Take a fresh look at your lifestyle.

Conheça a História de Rosa Parks, Símbolo da Resistência Negra do Século XX

No dia da Consciência Negra, apresentamos no Mais Minas um pouco da história inspiradora de Rosa Louise McCauley, mundialmente conhecida como Rosa Parks, personalidade importante da luta pelos direitos civis dos negros nos EUA, que acendeu a chama da esperança nos corações de milhares de pessoas humilhadas naquele país no século XX.

Rosa Parks era uma mulher negra que vivia em Montgomery, capital do Estado do Alabama. Parks viveu nos EUA em uma época onde vigoravam várias leis segregacionistas.

Naquela época, os negros não podiam frequentar os mesmos locais frequentados por pessoas brancas. No transporte público, como ônibus, os assentos eram divididos entre brancos e negros: os assentos da metade da frente eram destinados aos brancos, enquanto que os negros deveriam se sentar apenas nas fileiras ao fundo.

Em 1° de dezembro de 1955, pouco menos de sessenta e dois anos atrás, Rosa Parks voltava do trabalho e estava cansada.

Entrou no ônibus e se sentou em umas das fileiras da parte do ônibus destinada aos negros. Porém, naquele dia, alguns homens brancos entraram no ônibus e não havia mais lugar na metade destinada aos brancos para que eles pudessem se sentar.

Sem lugar para os homens brancos sentarem, o motorista ordenou que os negros da fileira na qual Rosa estava sentada se levantassem para dar lugar aos homens brancos que haviam acabado de entrar. Naquele momento, dois homens negros se levantaram, mas Rosa Parks, cansada, apenas mudou de banco e foi sentar-se perto da janela.

Feito isso, Parks foi ameaçada pelo motorista, mas mesmo assim não cedeu seu lugar. Inconformado, o motorista do ônibus chamou a polícia e ela acabou sendo presa.

Esse acontecimento deu início à um movimento liderado pelo próprio Martin Luther King, tendo Rosa Parks ao seu lado, e culminou num boicote ao transporte coletivo que durou 13 meses, causando imenso prejuízo às empresas de transporte. O ato de Rosa Parks causou a primeira manifestação de direitos civis nos EUA.

Em 1956, a Suprema Corte daquele país aboliu a segregação racial nos transportes de Montgomery.

Hoje, Rosa Parks é chamada de Mãe das Lutas pelos direitos civis dos negros nos Estados Unidos.

Em 1999, o presidente Bill Clinton a condecorou Parks, já com 87 anos, com a Medalha de Ouro do Congresso Americano por sua atuação nessa luta, que ainda nos dias atuais se faz necessária.

Rosa Parks faleceu em 2005, aos 92 anos. Que sua coragem continue inspirando à todos nós e sempre nos lembre que lutar por uma sociedade mais justa e igualitária é obrigação de cada um.

Leia Também: Dez Filmes Incríveis Sobre a História Negra

Close