Jair BolsonaroJustiçaPolítica

Sérgio Moro no STF

Em entrevista concedia à rádio Bandeirantes no último domingo(12), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que vai indicar o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, para o Supremo Tribunal Federal (STF), na vaga que ficará disponível após aposentadoria do decano Celso de Mello, o que deve acontecer em novembro de 2020.

“A primeira vaga que tiver, eu tenho esse compromisso com o Moro e, se Deus quiser, cumpriremos esse compromisso”, disse Bolsonaro.

O compromisso que Bolsonaro se refere é pelo fato de Moro ter deixado a magistratura após 22 anos de atuação como juiz federal para assumir um ministério no seu governo.

O Supremo Tribunal Federal é composto por 11 ministros, e a indicação dos magistrados, por lei, é de competência do presidente da República, sendo que o nome indicado pelo presidente deve passar pelo crivo do Senado, que pode ou não aceitar a indicação.

O compromisso com Sergio Moro foi firmado pelo presidente logo após a sua vitória nas urnas, em outubro de 2018. Na ocasião, Bolsonaro convidou Moro, já pretendendo futuramente indicar o ex juiz federal para uma vaga no STF. Sergio Moro ficou conhecido no Brasil pela sua atuação na operação Lava Jato, operação responsável por prender empresários e políticos brasileiros devido à crimes de corrupção cometidos na Petrobras e outras estatais nacionais, tendo como maior destaque a condenação e prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT.

Facebook Comentários

Etiquetas
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios