Na noite da última quarta-feira (17), Cruzeiro x Santos se enfrentaram na Arena Barueri em busca de uma vaga entre os 8 melhores do torneio de base mais importante do país. O Cruzeiro estava motivado após vencer a Portuguesa por 1×0 e o Santos, embalado depois da vitória sob o Água Santa por 4×2, em Diadema na última segunda (15).

O jogo

O primeiro tempo foi marcado por um amplo domínio da equipe santista que acertou a trave em, ao menos duas oportunidades e só não abriu o placar porque Otávio estava em noite iluminada na grande São Paulo, e fez defesas que fez o torcedor celeste se lembrar dos grandes ídolos da equipe, Raul Plasmann, Dida e Fábio.

Otávio foi o nome do jogo na classificação celeste. Foto: Mauro Horita / Staff Images / Cruzeiro / Flickr

Muito apático na primeira etapa, Fernando Seabra sentiu a necessidade de mexer na equipe o quanto antes. Após conversa no vestiário com os atletas, o técnico promoveu as mexidas de Bruno Alves e Gui Meira nos lugares de André e Kevin. A mudança logo surtiu efeito e o Cruzeiro mudou completamente, se transformando na grande potência das fases anteriores.

Logo aos 3 minutos, após falha na saída de bola do Peixe, Fernando ficou cara a cara com o goleiro Gustavo Jundi. O camisa 11 teve a frieza de driblar o guarda-redes santista e empurrar para o fundo das redes para deixar o Cruzeiro na frente.

Em um segundo tempo impecável, Fernando foi eleito o Craque do Jogo da Copinha

A pressão continuou durante toda a segunda etapa, mas a equipe não conseguia ampliar o placar graças a boa partida de Gustavo. Na reta final, enquanto o Santos se lançava para o ataque de maneira desordenada, o Cruzeiro de Seabra encaixava contra-ataques mortais para tentar matar o confronto. E assim aconteceu.

Aos 45, Fernando achou Rhuan Gabriel livre e deixou o companheiro na cara do gol para selar a classificação celeste para as quartas de final. Ainda teve tempo para mais um, aos 50 minutos.

Rhuan Gabriel celebra o gol marcado aos 45 da segunda etapa. Foto: Mauro Horita / Staff Images / Cruzeiro / Flickr

Em bela jogada individual de Gui Meira, o cria da toca encontrou Ruan Índio livre dentro da área. O camisa 9, que não vinha fazendo uma boa Copa São Paulo, finalizou bem e a bola desviou na defesa e tirou Gustavo Jundi da jogada. Final de jogo, Cruzeiro 3, Santos 0.

YouTube video
Confira os melhores momentos da classificação celeste

Próximo Jogo

Na sexta-feira (19), o Cruzeiro enfrenta o Coritiba nas quartas de final, às 21h na Arena Barueri. O Coxa, que vem de duas classificações nos pênaltis, diante de Juventus-SP e Ibrachina conta com nomes de destaque na competição, como o goleiro Pedro Morisco, e mais dois atletas que estavam com o profissional e se juntam a delegação coxa-branca para a disputa dessa fase do torneio: Jean Pedroso e Kaio César.

COMENTÁRIOS
Share.

Graduando em Jornalismo na Universidade Federal de Ouro Preto. Colunista de Cidades do Portal Mais Minas, com passagens por Fora das 4 Linhas e Vai que Tô Te Vendo.