VAR no jogo da França, Messi perde pênalti, Dinamarca e Croácia vencem: o terceiro dia de Copa

Por

A Copa do Mundo segue a todo vapor e este sábado foi um dia e tanto para os amantes de futebol. Quatro partidas fizeram a manhã e tarde recheadas de esporte. Tudo começou bem cedinho, às sete da manhã (horário de Brasília) com a vitória da França sobre a Austrália, num jogo que ficou marcado pela primeira intervenção do VAR na história das Copas. Logo depois quem entrou em campo foi a Argentina, de Lionel Messi, para enfrentar a Islândia, sensação da última Eurocopa. A partida ficou marcada pelo pênalti perdido de Lionel Messi, com a partida empatada em 1 a 1, placar que perdurou até o fim do jogo. Depois se enfrentaram Peru e Dinamarca, com a seleção dinamarquesa vencendo por 1 a 0. E por fim Croácia e Nigéria fizeram a última partida do dia, vencida pelos croatas por 2 a 0.

A França entrou em campo como uma das favoritas para a conquista do título, mas não encontrou facilidade contra os australianos. Os franceses pularam na frente do placar somente no segundo tempo. Griezmann foi derrubado por Risdon na área e o árbitro uruguaio Andrés Cunha recorreu ao VAR para avaliar o lance, foi a primeira intervenção da tecnologia do árbitro de vídeo na história dos Mundiais de seleções. Com o pênalti assinalado, Griezmann foi para a bola e marcou. Pouco depois outro lance polêmico. Umtiti tocou com a mão na bola dentro da área. O juiz dessa vez não recorreu ao VAR, mas recebeu um aviso do árbitro de vídeo por um ponto eletrônico e assinalou a penalidade máxima. O australiano Jedinak bateu e empatou a partida. O gol da vitória francesa veio dos pés de Pogba, que após um bate rebate na área tocou por cima do goleiro Ryan. A bola tocou no travessão, caiu dentro do gol e saiu. A tecnologia do chip na bola auxiliou no lance e o juiz assinalou o gol.

Quem decepcionou em sua estreia na Copa do Mundo foi a Argentina. A equipe de Lionel Messi e companhia não conseguiu sair do empate com os “Vikings” islandeses. Os sul-americanos até saíram na frente com belo gol de Sergio Agüero aos 19 do primeiro tempo, mas a vantagem durou apenas quatro minutos. Após rebote de Caballero para o meio da área, o centroavante islandês Alfred Finnbogason empurrou para as redes e empatou o jogo. A Argentina até teve nos pés de seu maior craque a chance de vencer a partida, mas Lionel Messi perdeu pênalti duvidoso aos 19 do segundo tempo. O craque mais uma vez falhou em momento decisivo pela sua seleção e a cobrança da penalidade parou nas mãos do goleirão Halldorsson. A Islândia, após surpreender na Euro 2016, já consegue grande resultado ao parar uma das seleções mais badaladas do futebol mundial e um dos maiores craques da história do esporte.

As duas últimas partidas foram menos emocionantes. Após muito pressionar e até perder um pênalti com o são-paulino Cueva, o Peru sofreu da máxima do “quem não faz leva” e perdeu por 1 a 0 para a Dinamarca com gol de Yussuf Poulsen, depois de um contra-ataque mortal. Já a Croácia não teve dificuldade alguma para vencer a Nigéria, por 2 a 0. Os gols da partida foram marcados por Etebo contra e Luka Modric de pênalti.

Neste domingo teremos a estreia do Brasil na Copa do Mundo, que enfrenta a Suíça, numa partida cercada de expectativa.

Leia também: Vitória uruguaia, gol contra e show de CR7: o segundo dia de Copa

Tags : , , , , , , , , ,

Postado em 17 de junho de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.