Terminam na segunda-feira (20) as inscrições para o curso “Currículo Referência de Minas Gerais”

A SEE/MG ofereceu sete mil vagas para o curso que tem previsão de início para o dia 28 de janeiro, com término em 16 de fevereiro

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG), através da Escola de Formação e Desenvolvimento Profissional do estado, está em fase final de formação de uma nova turma para o curso “Currículo Referência de Minas Gerais: conhecê-lo para implementá-lo”.

O Currículo de Referência de Minas apresenta o conjunto de aprendizagens e conteúdos essenciais que, segundo a SEE/MG, todos os alunos do estado devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica e sua aplicação nas salas de aula acontecerá a partir deste ano.

Visando a atualização e capacitação de professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual de ensino, a Secretaria de Educação ofereceu sete mil vagas para o curso que tem previsão de início para o dia 28 de janeiro, com término em 16 de fevereiro.

O período de inscrições começou em outubro de 2019 e termina nesta segunda-feira (20). Os interessados em realizar a capacitação devem se inscrever no site www.escoladeformacao.educacao.mg.gov.br, tendo em mãos documentos de identificação, como identidade e CPF; um e-mail pessoal também deve ser informado no momento da inscrição. Logo depois, será possível acompanhar o processo através do site www.escoladeformacao.educacao.mg.gov.br.

O Currículo Referência de Minas Gerais

O Currículo Referência de Minas Gerais é um documento  pela Secretaria de Estado de Educação (SEE/MG) em parceria com a
União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação de Minas Gerais, seccional Minas Gerais – UNDIME/MG.

O documento foi elaborado a partir dos fundamentos educacionais da Constituição Federal (CF/1988), na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB 9394/96), no Plano Nacional de Educação (PNE/2014) e Base Nacional Comum Curricular (BNCC/2017), levando em conta o reconhecimento e da valorização dos diferentes povos, culturas, territórios e tradições existentes no estado de Minas Gerais.

De acordo com a SEE, no processo de formação do documento foram considerados e estudados os documentos curriculares já presentes em diferentes redes (estadual e municipais) como fonte de
inspiração para a elaboração, a fim de que as instruções nele contidas possam ser  referência em todo o estado.

Leia também: Secretaria de Estado de Educação adia mais uma vez a divulgação da 1ª chamada dos alunos da rede estadual de MG

Comentários