Torcedora ilustre do Atlético, "Vovó do Galo" completa 100 anos

Nesta quarta-feira (8), a Dona Ana, mais conhecida como “Vovó do Galo”, completa seu 100º aniversário. Uma figura em pessoa, ela é carteirinha carimbada nas cadeiras dos estádios, seja na Arena Independência ou no Mineirão. Com mais de 60 mil seguidores no Instagram, a torcedora ilustre do Atlético recebe sempre muito carinho do torcedor atleticano.

Natural de Rio Espera, na Zona da Mata, em 1920, a Vovó do Galo começou a criar laços fortes com o Atlético quando chegou a Belo Horizonte, em 1950. Seu neto, Marcelo Marques, de 29 anos, contou em entrevista ao Superesportes uma história para lá de inusitada em que Dona Ana levou um galo de verdade para dentro do Mineirão. “Ela disse que colocou ele em um saco com milho. Como não havia revista rigorosa, conseguiu entrar. Dentro do estádio foi aquela festa com o galo. Segundo ela, o galo não cantou, mas bateu asas”, contou.

Mesmo com a idade, Dona Ana não arreda o pé do estádio para ver seu time do coração. Inclusive, esteve no estádio Independência em um dos momentos mais marcantes da histórica do Atlético, a defesa de Victor contra o Tijuana nas quartas de final da Copa Libertadores da América de 2013.

Sendo fanática pelo Atlético e frequentadora de estádios assim, a Vovó do Galo dá um show quando o assunto é torcer e apoiar. “A torcida do Atlético precisa de mais fé, mais paciência, como a gente teve em toda a vida. Porque quando começa o jogo e não dá certo, (a torcida) começa a vaiar e atrapalha eles (os jogadores) lá dentro do campo. Tem que incentivar e ajudar. Eu e minha família nunca vaiamos, nunca. Às vezes choro, mas vaiar nunca”, contou a Dona Ana ao portal Fala Galo.

Dona Ana professora

A Vovó do Galo conta que, para ter mais acesso ao estudo, de 15 em 15 dias ela ia para escola em Belo Horizonte a cavalo e voltava para sua cidade. Após se formar, Dona Ana deu aulas em comunidades rurais da sua região, sem remuneração, era um trabalho voluntário.

Na inauguração do Mineirão, em 1969, Dona Ana já estava morando em Belo Horizonte e ficava acompanhando e, inclusive, estava lá quando colocaram a pedra fundamental do Gigante da Pampulha.

Relação com o Atlético

As administrações do Atlético trata Dona Ana com respeito. Quando ela completou 95 anos, em 2015, recebeu uma homenagem e entrou dentro de campo com o time na vitória sobre o Sport por 2 a 1, no Mineirão. Também já recebeu a medalha de mérito do clube, em 2017.

E ainda, a expectativa é que muitas homenagens aconteçam no dia em que celebra 100 anos. Nomes como Diego Tardelli, Gabriel, Victor, Reinaldo, Falcão, Luan, Leonardo Silva e o técnico Cuca gravaram uma declaração parabenizando a Vovó do Galo pelos seus 100 anos de história.

Veja também: “Manto da Massa”: Camisa desenhada por torcedor do Atlético é escolhida em voto popular

Comentários