Ultimate magazine theme for WordPress.

Saúde: vacina da gripe será dada a partir de 55 anos

Segundo o Ministério da Saúde, algumas mudanças acontecerão nas indicações de duas vacinas do calendário nacional. A partir de 2020 a vacina contra a febre amarela será estendida a todos os municípios brasileiros e uma dose de reforço será oferecida a crianças de quatro anos. Outra mudança será a vacina contra a gripe que passará a ser oferecida a partir dos 55 anos.

Até o final de 2019 a vacina contra a gripe era oferecida para idosos a partir de 60 anos. Com a mudança, crianças de quatro anos, que, mesmo já vacinadas, precisarão tomar uma dose de reforço nessa idade. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) apenas uma dose já é capaz de proteger a pessoa pelo resto da vida. Entretanto, quando em criança a eficácia pode ser menor.

As novas diretrizes estão em ofício divulgado pelo Ministério da Saúde no final de novembro. O documento apresenta detalhes das campanhas de vacinação que serão feitas durante o ano, informando as datas das ações e também o público alvo.

A vacina contra a gripe permanece com os públicos-alvo: crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, idosos e portadores de doenças crônicas. Foi adicionado ao grupo a população de 55 a 59 anos, que até o momento não tinha direito à vacina na rede pública.

Além das ações contra a gripe e a febre amarela, o ministério público trará para o ano de 2020 campanhas de vacinação contra o sarampo para grupos diferentes dos assistidos em 2019: em fevereiro e março, para crianças e jovens de 5 a 19 anos, e em agosto, para adultos de 30 a 59 anos.

Leia também: Sarampo: jovens são agora público alvo da campanha de vacinação em Minas Gerais

Campanha nacional de vacinação contra a influenza (gripe)

Data: 13 de abril a 15 de maio de 2020

Público-alvo:

  • Idosos com 60 anos ou mais

  • População entre 55 e 59 anos

  • Crianças de 6 meses a 5 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias)

  • Gestantes

  • Puérperas (até 45 dias após o parto)

  • Trabalhadores da saúde

  • Professores das escolas públicas e privadas

  • Povos indígenas

  • Portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais

  • Forças de segurança e salvamento

  • Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas

  • População privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional

Comentários do Facebook