Take a fresh look at your lifestyle.

Venom: o que esperar do filme?

Atenção: contém spoilers.

Se você é um fã do Homem-Aranha ou de um dos seus inimigos históricos, como Venom, então esse filme é perfeito para você. Contudo, se você ainda não assistiu ao filme, é bom que tenha em mente que as aparências enganam. O longa teve algumas críticas negativas, mas, apesar de tudo, Venom não é tão ruim.

Venom é uma oportunidade perdida? Esta questão ressoa nas mentes daqueles que conhecem o enredo dos quadrinhos e já assistiram ao filme nos cinemas. A resposta para a pergunta é um definitivo sim.

A versão cinematográfica de Venom é uma oportunidade perdida em muitos aspectos, a começar pela escolha de reescrever as origens do simbionte, não entrelaçando-o ao universo de Peter Parker/Homem-Aranha. O enredo não oferece muito para o personagem, não se sabe quais são suas origens, ele tem um nome, o que significa que ele tem uma história, um povo, mas isso não é explicado no filme. Na versão em quadrinhos Eddie e Venom abrigavam um ódio visceral pelo Homem-Aranha. Na versão para o cinema, o herói das teias parece não existir.

No entanto, é importante salientar que Tom Hardy faz tudo com sua interpretação para tornar credível o personagem de Brock, fazendo dele um “perdedor” lutando com uma demissão no porta-malas, um noivado acabado e vizinhos barulhentos. Hardy se move muito bem nesses sapatos e prova estar à vontade com o humor que vem da união com Venom quando os dois se tornam um só. E a alquimia entre Brock e Venom é provavelmente a melhor característica deste filme.

Embora seja, portanto, um bom filme, Venom não é a melhor adaptação dos quadrinhos e isso já é perceptível pela sua classificação etária. Ora, um filme com indicação para maiores de 13 anos (EUA) não muita coisa explorada. Em sua duração de 112 minutos (2h20) o filme não é cansativo graças a um bom ritmo e cenas de ação ao ritmo do batimento cardíaco temperado por um humor que rasga mais que uma risada.

Venom é um filme comercial, produzido visando o lucro, portanto não espere uma história bem elaborada. Em todo caso, as cenas de ação e os efeitos especiais satisfazem os cinéfilos como entretenimento.

A ausência do Homem-Aranha no filme é frustrante, mas compreensível pela proposta de se criar um novo universo totalmente à parte do teioso. É difícil imaginar Venom sem o Aranha, seria o mesmo que imaginar o Coringa sem o Batman, mas o filme merece uma chance. Lembre-se do que eu disse no começo do texto: as aparências enganam.

Um aviso: Venom tem duas cenas pós-créditos. A primeira logo após o fim do filme e a segundo após subir todos os créditos. Explicaremos essas cenas para você no próximo artigo.

Assista ao trailer do filme: