CiênciaNotícias

Astrônomos revelam primeira imagem de um buraco negro: um ‘monstro’ três milhões de vezes maior que a Terra

O buraco negro tem 40 bilhões de quilômetros de diâmetro, cerca de três milhões de vezes maior que a Terra, e foi descrito pelos cientistas como “um monstro”, segundo a BBC. Está a 500 milhões de milhas de distância, dentro da galáxia M87, e foi fotografado por uma rede de oito telescópios ao redor do mundo.

A imagem mostra um anel brilhante alaranjado (ou avermelhado) formado enquanto a luz é esticada em torno da gravidade extremamente forte em torno do buraco negro, que é 6,5 bilhões de vezes mais massiva que o Sol. A sombra que vemos mostra os efeitos que a gravidade tem nas ondas de rádio emitidas a partir da matéria em torno do buraco negro em uma região mais ampla do que a sua borda. Assim, a gravidade muda a forma do espaço e do tempo, gerando essa estranha sombra circular.

A divulgação foi feita após conferências de imprensa realizadas simultaneamente em Bruxelas, Lyngby, Santiago, Xangai, Tóquio, Taipei e Washington.

Como a foto foi tirada:

Para capturar a imagem do buraco negro, os pesquisadores combinaram a potência de oito radiotelescópios em todo o mundo usando uma tecnologia chamada interferometria de linha de base muito longa (VLBI, sigla do inglês para Very-Long-Baseline Interferometry), de acordo com o European Southern Observatory. Isso cria um telescópio virtual quase do mesmo tamanho que a Terra.

Mais de um ano de trabalho foi necessário para re-transcrever os dados na foto. Por segurança, o trabalho foi feito quatro vezes.

O processo de obtenção da foto foi difícil porque os cientistas precisavam de bom tempo em todas as oito partes do mundo onde os telescópios estavam. Para reduzir a chance de chuva, eles foram construídos em regiões áridas, como o Pólo Sul ou o deserto do Atacama no Chile.

Deixe seu comentário

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar