Atlético não vence uma estreia de Libertadores desde 2016

0 comment

O Atlético estreia na Copa Libertadores na noite de quarta-feira, 6 de abril, às 21h, diante do Deportes Tolima, em Ibagué, na Colômbia. Essa será a 12ª vez que o Galo disputará a principal competição continental. O clube mineiro, que levantou a taça em 2013, tentará manter seu bom retrospecto em estreias. Nas últimas 11 vezes que estreou, o Alvinegro perdeu apenas uma.

A única derrota do Atlético em estreias na Copa Libertadores, foi na edição de 2015, contra o Colo Colo, no Monumental David Arellano, em Santiago, no Chile. O Galo perdeu por 2 a 0. A equipe era comandada por Levir Culpi e chegou até às oitavas de final daquela edição, sendo eliminada pelo Internacional.

Atlético não vence uma estreia de Libertadores desde 2016
Foto: Pedro Souza/Atlético

De lá para cá, foram quatro estreias:

  • Melgar 1×2 Atlético no Peru em 2016
  • Godoy Cruz 1×1 Atlético na Argentina em 2017
  • Danubio 2×2 Atlético no Uruguai em 2019
  • Deportivo La Guaira 1×1 Atlético na Venezuela em 2021

A estreia mais marcante do Atlético em Libertadores foi na edição de 2013. O Galo venceu por 2 a 1 o São Paulo, em um jogo que ficou marcado pelo “gol da água”, protagonizado por Ronaldinho e Rogério Ceni.

No total, são 11 partidas de estreia, sendo quatro vitórias, seis empates e apenas uma derrota. O Atlético marcou 17 gols e sofreu 11.

Confira a lista de todos os duelos de estreia do Galo pela Libertadores:

  • 1972: empate por 2 a 2 contra o São Paulo (casa)
  • 1978: empate por 1 a 1 contra o São Paulo (casa)
  • 1981: empate por 2 a 2 contra o Flamengo (casa)
  • 2000: vitória por 2 x 1 contra o Bolívar/BOL (casa)
  • 2013: vitória por 2 x 1 contra o São Paulo (casa)
  • 2014: vitória por 1 x 0 contra o Zamora/VEN (fora)
  • 2015: derrota por 2 x 0 contra o Colo Colo/CHI (fora)
  • 2016: vitória por 2 x 1 contra o Melgar/PER (fora)
  • 2017: empate por 1 x 1 contra o Godoy Cruz/ARG (fora)
  • 2019: empate por 2 x 2 contra o Danubio/URU (fora)
  • 2021: empate por 1 a 1 contra o Deportivo La Guaira/VEN (fora)

Jogo contra o Tolima

A delegação alvinegra embarcou na noite de segunda-feira, 4 de abril, rumo à Colômbia. Para chegar na cidade do adversário, Ibagué, o Galo prevê uma viagem de quase 10 horas, que terá transporte de avião e de ônibus.

Os jogadores treinaram na manhã de segunda e descansaram até a noite. O voo até Bogotá, capital colombiana, dura quase cinco horas e depois haverá uma nova jornada de ônibus, em um trajeto que dura por volta de mais cinco horas até Ibagué, cidade do Tolima.

A equipe mineira fará apenas um treino na Colômbia, que será na própria terça, às 18h, no centro de treinamento do Tolima. Na quarta, joga contra os colombianos às 21h e volta para Belo Horizonte na manhã de quinta, 7 de abril, com a chegada prevista para 18h45 na capital mineira.

Provável escalação do Tolima: Alexander Domínguez; Juan Angulo, José Moya, Eduard Caicedo e Junior Hernández; Brayan Rovira, Juan David Rios e Daniel Cataño; Anderson Plata, Andrés Ibargüen e Michael Rangel.
Técnico: Hernán Torres.

Provável escalação do Atlético: Everson; Mariano, Nathan Silva, Godín e Guilherme Arana; Allan, Jair e Nacho; Keno, Savarino (Ademir) e Hulk.
Técnico: Antônio Mohamed.

O zagueiro Réver e o meia Matías Zaracho estão fora da partida por desgaste físico e nem viajaram para a Colômbia. O atacante Eduardo Vargas também não joga por estar se recuperando de uma virose.

Essa será a primeira vez que o Atlético enfrenta o Tolima. A estreia atleticana na Libertadores será transmitida apenas pela Conmebol TV.

Comentários Facebook

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. aceitar LER MAIS