AtléticoCampeonato MineiroEsporteFutebol

Atlético vence Patrocinense com jogadores reservas, e segue na liderança isolada do estadual

Com jogadores reservas, Atlético vence a Patrocinense por 1 a 0, fora de casa. Se garantindo na ponta isolada do Campeonato Mineiro, com 22 pontos.

Melhores momentos do jogo

Para essa partida, válida pela nona rodada do Campeonato Mineiro, os times atuaram com as seguintes formações:

Patrocinense – Júlio César (Cleysson); Kellyton, Betão, Juninho, Ian, Arilson, Davi Lopes, Dedê, Leandro Oliveira (Felipe Alves), Pavani (Lucas Chinaqui), Tony Galego.
Técnico: Rodrigo Fonseca.

Atlético – Cleiton, Guga, Maidana, Matheus Mancini, Hulk (Renan Guedes), Adilson, Zé Welison (Nathan), Vinicius (Leandrinho), Terans, Chará e Alerrandro.
Técnico: Levir Culpi.

Primeiro tempo – Aos 6 minutos, o Atlético criou uma boa jogada com David Terans, que arriscou bom chute cruzado pela esquerda, da entrada da área. A bola sofreu um desvio no meio do caminho, mas Júlio César, atento, caiu para fazer a defesa.

Três minutos depois, o Patrocinense respondeu. Hulk errou um passe no ataque do Atlético, e assim, armou um contra-ataque para os  donos da casa. Tony Galego dominou a redonda e arriscou um chute colocado. Cleiton agarrou a bola, deu o rebote, mas na sequência, o goleiro atleticano conseguiu agarrar em definitivo. Na sequência, Matheus Mancini recebeu cartão amarelo, por falta em Dedê.

Com 12 minutos, o Patrocinense chegou mais uma vez ao ataque. Dedê fez ótima jogada pelo lado direito, e deu ótimo passe para Kellyton, que cruzou para Oliveira fazer o domínio completamente sozinho já dentro da área. Porém, para sorte do Galo, o jogador finalizou mal a jogada.

Aos 26 minutos, Vinícius bateu escanteio fechado para o time do Galo. A zaga do Patrocinense conseguiu o desvio, e na sequência, a bola bateu no travessão! Em lance de bastante perigo para o Atlético. Dez minutos depois, o Atlético cobrou mais um escanteio fechado. A defesa do Patrocinense conseguiu fazer o corte, mas a bola ficou com Yimmi Chará, que rolou para Vinicius. O meia chutou, com força, da entrada da área, buscando o canto do goleiro, mas Júlio César pulou na redonda para fazer uma boa defesa.

A bola continuou a rolar, e com 5 minutos de acréscimos, o juiz apitou pela última vez na primeira etapa aos 49 minutos, para o placar de Patrocinense 0, e Atlético também 0.

Segundo tempo – Para a segunda etapa, José Welison foi substituído por Nathan, na primeira mexida do Galo. Com 3 minutos, David Terans bateu falta direto pro gol, obrigando Cleysson a fazer uma grande defesa. No rebote, Iago Maidana fez a finalização, mas também acabou parando no goleiro do Patrocinense.

Aos 12 minutos, Guga foi lançado na área e cruzou rasteiro, pela direita, para Alerrandro, que empurrou a redonda para o fundo da rede. Mas o juiz anulou o gol, assinalando que o lateral atleticano estava impedido no lance. Doze minutos depois, Vinícius foi amarelado após fazer falta em Dedê.

Com 30 minutos, o Atlético chegou novamente ao ataque. No lance, David Terans recebeu bom cruzamento e fez o desvio com a ponta do pé. A bola passou muito perto da trave, mas caprichosamente, acabou saindo pela linha de fundo. Oito minutos depois, Dedê viu o avanço de Felipe Alves, e assim, deu um passe no capricho para o atacante, que ficou cara a cara com Cleiton. O goleiro atleticano saiu bem na jogada para fechar o ângulo, abafando o chute de bico do jogador da Patrocinense. No lance de, até então, maior perigo no jogo.

Aos 39 minutos, Levir Culpi realizou as duas últimas alterações no time do Galo. Vinícius saiu para entrada de Leandrinho, e, Renan Guedes entrou no lugar de Hulk, na lateral direita.

Gol do Atlético – Com 45 minutos, Nathan fez ótimo lançamento para Guga, que apareceu sozinho dentro da área, pelo lado direito. Ele teve a tranquilidade de esperar a chegada de Alerrandro e rolar na medida para o companheiro, que chegou chutando firme para estufar a rede do Patrocinense: 1 a 0 Atlético. Depois do gol, Guga foi amarelado, por exagero na comemoração.

A partida seguiu, até que aos 51 minutos, o juiz apitou pela última vez na partida para Patrocinense 0, Atlético 1.

Com a vitória, o Atlético segue na liderança isolada do Campeonato Mineiro, com 22 pontos. Já o Patrocinense continua, provisoriamente, na quarta colocação, com 12 pontos somados.

FICHA TÉCNICA
PATROCINENSE 0 x 1 ATLÉTICO
Motivo: Campeonato Mineiro (9ª rodada)
Data: 09/03/2019
Estádio: Pedro Alves do Nascimento
Cidade: Patrocínio (MG)
Gol: Alerrandro (90’/2ºT)
Árbitro: Igor Júnio Benevenuto
Assistentes: Sidmar dos Santos Meurer e Magno Arantes Lira
4º Árbitro: Andre Luiz Skettino Policarpo Bento
Observador: Cleibimar Rezende Ferreira
Cartões amarelos: Matheus Mancini, Vinicius, Guga (Atlético); Ian, Davi Lopes, Pavani (Patrocinense)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios