DestaqueMarianaPolítica

Câmara de Mariana pode votar projeto que proíbe a extinção do cargo de auxiliar de viagem na cidade

A Câmara de Mariana pode votar, nesta segunda-feira (17), um Projeto de Lei de autoria do vereador Bruno Mól que proíbe a extinção do cargo de auxiliar de viagem na cidade. O projeto foi protocolado na última quinta-feira (13) e, dependendo da decisão do plenário, pode ser aceito em uma única votação. Se aprovado, ele segue para sanção do prefeito.

O vereador destacou que apesar da Transcotta ser privada, ela é uma concessionária do transporte público. “A empresa não pode tomar nenhuma medida sem antes pedir autorização ao poder público. E isso não aconteceu. E como forma de pressionar a Prefeitura em dar o reajuste em um momento inapropriado, em que a população está desempregada, sem recurso e precisa do transporte público coletivo, ela vem ameaçar a prefeitura a dar o reajuste mandando 27 auxiliares embora”, pontuou Bruno.

O autor do projeto ainda destacou que isso é inadmissível. “Nós não vamos aceitar. A Transcotta não manda em Mariana. Ela tem ordens para cumprir e não vem cumprindo. Por isso eu entrei com esse projeto de Lei, abri para que todos os vereadores assinassem, impedindo que a empresa trafegue em Mariana sem a presença do auxiliar”, desabafou.

Ainda de acordo com o vereador, o projeto tem o apoio do Sindicato dos Rodoviários, do prefeito, da imprensa e de toda a população. “Todo mundo está sofrendo com a Transcotta que está trafegando somente com o motorista, correndo o risco de causar acidente, além sobrecarga do profissional’, finalizou.

Entenda o caso

No dia 06 de dezembro, as empresas Turin e Transcotta demitiram os auxiliares de viagem que atuam em Ouro Preto e Mariana. Em entrevista à Rádio Itatiaia Ouro Preto, uma funcionária identificada como Joelma destacou que não houve nenhuma assembleia ou comunicado sobre o desligamento dos auxiliares de viagem. Em Ouro Preto, 54 auxiliares foram demitidos e, em Mariana, 27. Desde o inicio do mês, os motoristas que circulam na sede dessas cidades acumulam as funções de motorista e de cobrador da tarifa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios