Take a fresh look at your lifestyle.

Com risco de rebaixamento, Atlético precisa vencer em Uberlândia para não se complicar na última rodada do Mineiro

Hoje no Campeonato Mineiro, o Atlético é o quinto colocado, ainda na zona de classificação da próxima fase, já que, nessa edição, se classificam oito. Porém, em contra ponto, tem 12 pontos, 2 a mais que o nono colocado, Villa Nova, assim como também está a 2 do primeiro time na zona de rebaixamento, a Caldense, que até o momento conquistou 10 pontos.

Com exceção de Cruzeiro e América, que dispararam  na primeira e segunda colocações do campeonato e não podem mais ser alcançados, do terceiro ao último colocados está tudo embolado, havendo entre eles a diferença de apenas 6 pontos. Ou seja, em toda as outras posições, matematicamente, nessas últimas duas rodadas, tudo pode acontecer.

O Atlético, com 12 pontos, caso vença, pode subir da sexta até o terceiro lugar, com 15, porém, caso perca, pode cair para antepenúltimo, ganhando do penúltimo colocado, até então a Caldense, apenas pelo critério saldo de gols. E esse quadro negativo se concretizando, o Galo corre o risco de entrar na última rodada do Campeonato Mineiro correndo risco de rebaixamento. Veja na tabela:

Tabela do Campeonato Mineiro (Imagem: reprodução/globoesporte.com)

Opinião

Caso o Atlético perca hoje, com certeza, (desde que me conheço por gente, com quase 30 anos de idade), esse corre o risco de ser o PIOR momento na história do Clube, superando até mesmo a péssima lembrança da Série B do Brasileiro. Afinal, correr risco eminente de rebaixamento no estadual em plena última rodada, Campeonato o qual, junto com Cruzeiro, sempre entra como favorito, já que ambos ganham infinitamente mais recursos que os outros times para estrutura e elenco.

Por isso, respeitando o Uberlândia que hoje é o penúltimo colocado, mas o Atlético tem sim a obrigação de ganhar a partida dessa quinta-feira, por tudo! Investimento, estrutura e, principalmente, torcida. Torcida essa que ama e acompanha o time onde ele estiver. E os atletas, se tiverem o mínimo de hombridade, vão dar a vida nesse jogo de hoje que, repito, tem a obrigação de vencer. Seja na técnica (o que nesse momento, confesso, estar mais difícil), ou na raça. Pois, como diz o hino. “Lutar, lutar, lutar!!!”.

Leia também:

Close