Juiz de Fora registra primeira morte por coronavírus, além de 58 confirmações

A cidade de Juiz de Fora, na Zona da Mata, registou a sua primeira morte confirmada por conta do coronavírus nesta quarta-feira (8). Trata-se de José Luiz Rezende Pereira, de 70 anos, que era professor da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e ex-vice-reitor da instituição.

José Luiz estava internado em um hospital da rede particular de Juiz de Fora, e sofria de hipertensão arterial. Além disso, o professor tinha em seu histórico uma viagem nacional feita duas semanas antes de apresentar os sintomas do novo coronavírus.

O número de casos confirmados de coronavírus em Juiz de Fora chegou a 58 nesta quarta-feira, de acordo com a Prefeitura Municipal. Na última terça-feira, eram contabilizado 49 casos, ou seja, em apenas um dia houve nove confirmações novas.

E ainda, de acordo com a Secretaria de Saúde de Juiz de Fora, há cinco óbitos por coronavírus sob investigação. Além disso, 55 novos casos suspeitos da doença foram registrados entre a última terça e esta quarta, chegando ao total de 1.085 casos suspeitos.

Hospitais da rede particular

O Hospital Monte Sinai informou, através de um boletim, que entre a última terça e esta quarta-feira, três pacientes foram internados e cinco amostras foram coletadas para investigação do novo coronavírus. E ainda hoje, sete pacientes estavam internados no hospital, sendo que um está na UTI aguardando o resultado dos exames; seis estão em leitos de apartamento, sendo que três testaram positivo para a doença e os outros três aguardam resultado. Um óbito ainda está em investigação. Desde o dia 27 de fevereiro, 317 casos suspeitos foram atendidos pelo hospital.

O Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus registrou, até o momento, 13 notificações de casos suspeitos, sete foram testados e três aguardam resultado, os demais foram descartados. Atualmente há dois pacientes internados em investigação, e outros sete pacientes foram orientados para isolamento domiciliar.

Na Santa Casa de Misericórdia, nesta quarta-feira, tiveram três internações com suspeita do coronavírus. Segundo o hospital, os pacientes têm entre 68 e 90 anos. Deste total, um está em UTI, e os outros dois estão em leitos de isolamento. Todos os casos aguardam resultado de exames.

Já no Hospital da Unimed, além do óbito confirmado nesta quarta-feira, há uma pessoa internada na UTI com sintomas da doença.

Veja também: Informe epidemiológico confirma 14 mortes por coronavírus em Minas Gerais

Comentários