Minas Gerais tem 307 casos em investigação de coronavírus

De acordo com o Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), Minas Gerais tem 307 casos suspeitos de coronavírus, outros 69 foram descartados.

Já são dois casos confirmados no estado. O primeiro se trata de uma mulher que chegou em Belo Horizonte no dia 2 de março, após ter ido à Itália e seguia viagem para Divinópolis, onde ela reside. A paciente apresenta sintomas como coriza, dor e sensação de mal-estar e está em isolamento domiciliar.

A segunda se trata de uma paciente de 38 anos que mora em Ipatinga. Ela tem em seu histórico uma viagem para Israel no dia 20 de fevereiro e retorno no dia 29 do mesmo mês. Ela apresentou tosse e febre, além de dores na garganta e está atualmente em isolamento domiciliar.

Exames

A Fundação Ezequiel Dias (Funed) começou a fazer exames para identificar o coronavírus nos casos suspeitos em Minas Gerais desde quinta-feira (12).

Além disso, o governo estadual recebeu kits para realização de 250 testes na última segunda-feira (9), vindos do Ministério da Saúde. Além de Minas Gerais, outros 14 estados serão contemplados com cerca de 10 mil kits que contém um conjunto de reagentes específicos para o Covid-19.

Situação de emergência por pandemia de coronavírus

Após a confirmação de dois casos de coronavírus no estado de Minas Gerais, o Governo de Minas decretou situação de emergência em saúde pela epidemia da doença no país. O texto foi publicado hoje (13), no Diário Oficial Minas Gerais.

O decreto foi assinado durante a manhã, pelo governador Romeu Zema, e entra em vigor a partir de hoje, durando enquanto perdurar o estado de emergência causado pelo vírus (Covid-19). Sendo assim, o texto prevê realizações de exames médicos, coleta de amostras clínicas, testes laboratoriais e vacinação.

Prevenção do coronavírus

  • Evite contato próximo com pessoas que apresentam infecções respiratórias;
  • Lave bem as mãos;
  • Evite tocar os olhos, nariz e boca sem ter higienizado as mãos;
  • Evite compartilhar objetos de uso pessoal;
  • Evite contato com animais doentes;
  • Cozinhe bem ovos e carne.

Não compartilhe mensagens falsas. Antes de passar uma informação adiante verifique a fonte original, cheque a data da divulgação, leia a matéria completa e verifique o histórico de quem compartilhou.

Comentários estão fechados.