Ministério da Saúde diz que primeira morte por coronavírus no Brasil aconteceu em Minas Gerais, em janeiro

Em coletiva realizada na quinta-feira (2), o Ministério da Saúde afirmou que a primeira morte por coronavírus (COVID-19) no Brasil aconteceu em Minas Gerais, ainda no mês de janeiro. A vítima fatal se trata de uma senhora de 75 anos. Anteriormente, acreditava-se que a primeira morte havia sido em fevereiro, de um homem que estava internado em São Paulo.

A descoberta só foi possível com uma investigação retroativa do Ministério da Saúde, que decidiu inspecionar outros casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), para saber quando o novo coronavírus passou a atuar de fato no país. Somente em 2020 ocorreram 23.999 internações envolvendo problemas respiratórios no Brasil, com 1.587 testes positivos para o coronavírus entre estes.

Atualmente, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) contabilizada quatro mortes, sem levar em conta o boletim desta sexta-feira (3) que trará um maior número de óbitos, visto que dois casos foram confirmados na cidade de Uberlândia na noite de quinta-feira (2). De acordo com a SES-MG, o órgão espera o envio de documentos oficiais para identificar o caso e tomar medidas pertinentes. A secretaria informou ainda que, segundo dados disponíveis no Sistema de Informação de Vigilância da Gripe (SIVEP-Gripe), no mês de janeiro de 2020, foram registradas 163 notificações de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em Minas Gerais. Destas, 71 notificações foram de SRAG em pacientes com mais de 70 anos de idade.

Veja também: Uberlândia confirma duas mortes causadas pelo coronavírus

Comentários