O que você procura?

Posse de novos secretários marca reinício dos trabalhos da administração pública de Ouro Preto

Com Reforma Administrativa, secretarias foram criadas, extintas e outras remanejadas.
Rômulo Soares 4 de janeiro de 2022 às 18:16
Tempo de leitura
11 min
Foto: Reprodução / PMOP
Foto: Reprodução / PMOP

O ano começou oficialmente para a administração pública de Ouro Preto. Na manhã desta terça-feira, 4 de janeiro, foram empossados os novos secretários em uma coletiva de imprensa. Leandro Moreira agora está na liderança da Secretaria de Saúde; Renato Zoroastro na Secretaria de Educação; a arquiteta Camila Sardinha assume a nova Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação; Yuri Assunção assume a Secretaria de Governo no lugar de Felipe Guerra, que assumirá a nova Secretaria de Desenvolvimento Ecônomico, Inovação e Tecnologia; Valter Sacramento Fagundes é nomeado Secretário-Adjunto de Obras; a Secretaria da Casa Civil foi extinta e Zaqueu Astoni assume o cargo de Chefe de Gabinete.

Um destaque para a criação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Tecnologia, algo que fazia parte da promessa de campanha do prefeito Angelo Oswaldo (PV) junto de sua vice Regina Braga (Republicanos). A pasta será comandada por Felipe Guerra, ex-secretário de Governo, que, em sua posse, falou sobre geração de emprego e renda como objetivo principal, além da diversificação econômica da cidade.


“Estamos cumprindo mais uma etapa do plano de governo, a criação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, que foi prometida durante tantos anos e nunca criada. Então, é uma importante ação desse governo a criação dessa secretaria para a geração de emprego e renda e, principalmente, diversificar nossa economia para além da mineração, turismo e educação. Temos uma grande missão pela frente. Me despeço da Secretaria de Governo à qual assume o Yuri, amigo e companheiro que já vinha trabalhando conosco, tem uma grande missão pela frente. Agradeço ao Angelo e à Regina pela confiança de me deixar assumir um desafio tão grande. Com certeza, no poder público, é o maior desafio da minha carreira”, disse Felipe Guerra.

Posse de novos secretários marca início dos trabalhos da administração pública de Ouro Preto
Foto: Reprodução / PMOP

Outro destaque é a criação da Secretaria de Cultura e Turismo (antes era Cultura e Patrimônio), que será chefiada por Margareth Monteiro, que já estava no governo em seu primeiro ano. A junção dos dois segmentos foi entendido por Angelo Oswaldo como “coirmãs”.

“É um desafio muito grande na gestão pública poder não só fomentar o nosso patrimônio imaterial, como também contribuir para o fomento e dinamização do nosso patrimônio cultural. A dinamização, ainda, do turismo, mas de forma sustentável e que a evidência de Ouro Preto como Cidade Patrimônio Cultural esteja sempre à frente, porque nós somos a primeira cidade inscrita no livro de Patrimônio Cultural da Humanidade e Mundial do Brasil. Ouro Preto é uma cidade muito especial, que tem especificidades que nenhuma outra tem, e é uma honra muito grande para mim ser mais uma agente na preservação da memória e identidade que são tão inerentes à nossa querida antiga Vila Rica”, disse Margareth Monteiro.

Posse de novos secretários marca início dos trabalhos da administração pública de Ouro Preto
Foto: Reprodução / PMOP

O Mais Minas já havia noticiado anteriormente que alguns ouro-pretanos do segmento cultural reclamavam de uma carência no setor cultural pelo fato da demanda do patrimônio ser muito grande, algo que foi, inclusive, atestado por Margareth Monteiro. Assim, Angelo Oswaldo, que foi secretário de Turismo e Cultura da Prefeitura Municipal de Ouro Preto entre 1977 e 1983, uniu a cultura com o turismo e deixou o patrimônio com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação.

“A cultura e turismo têm um imã, porque a cultura estimula o turismo, e o turismo remunera a cultura, então um está sempre procurando o outro. Passamos a ter na Secretaria de Patrimônio uma amplitude que há muito tempo era demandada, porque não é apenas o patrimônio histórico, é (também) a urbana, uma das mais importantes do mundo contemporâneo. Hoje, mais de 85% da população brasileira está nas cidades, o desafio é muito grande. Temos a sede e 12 distritos, Cachoeira do Campo, Antônio Pereira, Santa Rita e Amarantina são distritos que são maiores que muitas das 853 cidades em Minas Gerais, com demandas urbanas, necessidade de equipamento e atendimento pesado, como vimos o tempo inteiro”, explicou Angelo Oswaldo.

Para a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Camila Sardinha foi empossada. “Estou bastante honrada por estar, hoje, podendo assumir uma pasta tão importante para a cidade de Ouro Preto e na minha vida profissional e pessoal. Temos um desafio enorme pela frente, mas eu conto com todos os colaboradores e servidores da secretaria. A ideia é que a gente consiga render bons frutos à cidade de Ouro Preto na questão da preservação do Patrimônio Cultural, da habitação e do planejamento urbano. Acho que é importante dizer que essas três pautas não conseguem caminhar separadas. Estamos tratando de território urbano, que é lugar de todos os conflitos, interesses e desejos de uma população. Portanto, me coloco à disposição e espero que possamos fazer um ótimo trabalho juntos e que rendamos ótimos frutos para essa cidade.”

Posse de novos secretários marca início dos trabalhos da administração pública de Ouro Preto
Foto: Reprodução / PMOP

Por fim, outro elemento importante na Reforma Administrativa feita pelo governo de Angelo Oswaldo foi a extinção da Casa Civil. Para o prefeito de Ouro Preto, essa era uma pasta desnecessária para a administração pública. “Onde já se viu isso? Casa Civil existe num Governo de Estado ou Federal, onde se tem uma Casa Militar. Num governo normal, se tem uma chefia de gabinete, que existia também”.

No entanto Zaqueu Astoni, ex-chefe da Casa Civil, assumiu o cargo de Chefe de Gabinete. “Ouro Preto tem quatro guardiões na Praça Tiradentes que devem pautar a vida do homem e eu desejo, com base nesses quatro guardiões, aos colegas que estão chegando que pautem o trabalho com muita justiça, fortaleza, prudência e temperança, porque são quatro qualidades extremamente necessárias na administração pública e evidentes para uma boa gestão.”

Posse de novos secretários marca início dos trabalhos da administração pública de Ouro Preto
Foto: Reprodução / PMOP

O MM também já havia adiantado que o vereador Renato Zoroastro (MDB) assumiria a Secretaria de Educação. O seu discurso em sua posse foi semelhante ao que ele deu em entrevista ao Mais Minas, que pode ser acessada clicando aqui. Mas, para além disso, o novo secretário relembrou o desafio que é manter as aulas presenciais seguindo os protocolos sanitários de prevenção à Covid-19.

“Tivemos aulas suspensas pelo cenário pandêmico e sei que em 2022 precisamos fazer planos de ação para que possamos receber nossos alunos. Não vamos encontrar da maneira como deixamos. Precisamos trabalhar com o ‘novo normal’. Me sinto lisonjeado, me sinto motivado para trabalhar pelo reconhecimento e valorização dos profissionais da educação”, disse Zoroastro.

Posse de novos secretários marca início dos trabalhos da administração pública de Ouro Preto
Foto: Reprodução / PMOP

Outra informação trazida anteriormente pelo MM é de que Leandro Moreira seria o novo secretário de Saúde de Ouro Preto. Ele era gerente da Santa Casa agora assume a pasta da administração municipal. Leandro também deu uma entrevista exclusiva para o Mais Minas que pode ser conferida clicando aqui.

“Estou muito feliz, o dia de hoje é fruto de muito esforço de trabalho nos meus últimos 15 anos dentro de Ouro Preto. Agradeço à Glauciane que fez um trabalho fundamental na parte de planejamento e organização do setor. Fico seguro, então, em dar sequência. Agradeço à equipe da Santa Casa, onde estava até o final do ano como gerente assistencial em meio à pandemia. Também agradeço ao Conselho de Saúde que é fundamental para as políticas públicas relacionadas à saúde. O desafio principal, primeiro, é a pandemia da Covid-19 que está estabilizada, e a de Influenza. Precisamos adotar as estratégias preventivas para a saúde da população em curto prazo. A longo prazo o grande propósito é a visão da saúde coletiva e o fortalecimento à atenção primária”, disse Leandro Moreira.

Posse de novos secretários marca início dos trabalhos da administração pública de Ouro Preto
Foto: Reprodução / PMOP

Na Secretaria de Governo, no lugar de Felipe Guerra, Yuri Assunção foi empossado. Ele contou que entrou na Prefeitura de Ouro Preto em 2005, durante o governo de Angelo Oswaldo, como eletricista. Ele fazia projetos elétricos e instalações elétricas em um programa habitacional. Em 2012, ele voltou à prefeitura, concursado, como administrador e trabalhou com várias secretarias, como Planejamento, Fazenda e Saúde, além de já ter sido secretário de Agropecuária. Em janeiro do ano passado, Yuri voltou para a administração pública como diretor de revisão e legislação do Município.

“Agradecimento especial ao Felipe Guerra, vai ser uma tarefa muito difícil continuar esse bom trabalho que ele fez nesse primeiro ano, com um ótimo relacionamento com o poder Legislativo, o que é de suma importância em relação à aprovação de leis, requerimentos e indicações. Vamos tentar continuar esse trabalho iniciado pelo Felipe. Informo que o meu cargo será exercido com muito diálogo, ouvindo sempre a sociedade civil organizada, respeitando o poder Legislativo, as instituições, em um Estado Democrático de Direito sempre precisamos ouvir as instituições, o que por muitas vezes deixa de acontecer. Estarei sempre dialogando com os conselhos municipais, com a FAMOP, a iniciativa privada e a população em geral, sendo a sua porta-voz, subsidiando o prefeito nas tomadas de decisões”, disse Yuri Assunção.

Posse de novos secretários marca início dos trabalhos da administração pública de Ouro Preto
Foto: Reprodução / PMOP

E, enfim, Valter Sacramento Fagundes foi empossado como secretário adjunto de Obras, onde trabalhará com o secretário Antônio Simões. “Agradeço a Deus pela oportunidade, Angelo e Regina pela confiança no meu trabalho durante esse ano e pela oportunidade na nova tarefa. Agradeço à toda equipe de Obras, com o comprometimento e respeito comigo durante a realização do trabalho. Agradeço a todo o apoio dos secretários que sempre estiveram junto comigo e deixo um cumprimento especial ao secretário de Obras, Antônio Simões, com quem trabalho junto há vários anos e tenho muito respeito, o que faz com que cresçamos cada dia mais. Agradeço também aos vereadores pelo apoio e estarei empenhado nessa nova tarefa com muita dedicação. A secretaria está sempre à disposição das demais secretarias, população e o poder Legislativo. Estou empenhado em fazer o melhor, podemos fazer muito pela população ouro-pretana.”

Posse de novos secretários marca início dos trabalhos da administração pública de Ouro Preto
Foto: Reprodução / PMOP

Palavras do prefeito e vice

Posse de novos secretários marca início dos trabalhos da administração pública de Ouro Preto
Foto: Ane Souz / PMOP

Esta terça-feira marca o primeiro ano exato de governo de Angelo Oswaldo e Regina Braga. Durante a cerimônia, o prefeito de Ouro Preto explicou que a criação de novas secretarias não incha a prefeitura, pois outras foram extintas ou remanejadas. Para ele, a adminsitração pública precisava de mudanças.

“Encontramos uma prefeitura inchada e isso trouxe vários problemas. Na verdade, aquelas pessoas eram contratadas, contratos com empreiteiras, firmas prestadoras de serviços, o que onerava demais a prefeitura. Nós estamos adaptando a estrutura da prefeitura a um programa de governo que demandava mudanças. Todos têm experiência. Hoje faz exatamente um ano que assumimos a prefeitura e que possamos continuar com o ânimo forte, otimismo e com muito trabalho”, explicou.

Para Regina Braga, a Reforma Administrativa foi muito importante, pois inclui secretarias extremamente importantes para o Município e acredita que tais mudanças trará bons frutos em um curto intervalo de tempo.

“Temos que nos harmonizar, Ouro Preto precisa de uma parceria respeitosa, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida do povo. Tudo passa pela política, mas ter pessoas capacitadas, que conhecem o que estão fazendo, conhece o território, faz com amor, com vontade, dedicação e sabedoria é muito importante para qualquer gestão pública. Nós sabemos que esse time vai botar para quebrar e fazer a diferença, não vão fazer feio aos que estão deixando a administração, estão pegando um trabalho muito bem encaminhado e realizado pelos secretários anteriores”, finalizou a vice-prefeita ouro-pretana.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.