NotíciasOuro Preto

Morre Haroldo de Paiva, professor do IFMG agredido em Ouro Preto

O professor Haroldo de Paiva, que foi agredido e encontrado inconsciente dentro de casa no último domingo (13), em Ouro Preto, morreu na madrugada desta quinta-feira (17). Ele estava internado em Belo Horizonte e, na segunda-feira, havia tido uma melhora significativa no quadro clínico.

Morre Haroldo de Paiva, professor do IFMG agredido em Ouro Preto
Haroldo era professor de Artes no IFMG – Campus Ouro Preto – Foto: divulgação/Facebook/Chiquinho de Assis

De acordo com o Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe), o último Boletim Médico, divulgado na quarta-feira (16), informava que o quadro neurológico do professor não havia sofrido alterações e que exames de imagem eram feitos periodicamente, mas o dano cerebral causado pela falta de oxigênio era grave. Ainda segundo o Boletim, o quadro era imprevisível. Haroldo também apresentou um quadro de infecção devido a aspiração involuntária de secreção.

  Câmara de BH promoverá seminário para esclarecer pontos da reforma da Previdência

++ Relembre o caso Haroldo de Paiva, professor do IFMG Campus Ouro Preto, foi espancado após ter a casa invadida na madrugada do último domingo (13), em Ouro Preto.

A Polícia Militar informou ao Mais Minas que uma vizinha do professor percebeu que a porta da residência dele estava aberta e as janelas fechadas, em uma situação atípica. Preocupada, essa vizinha teria ido até a casa do professor e o encontrou caído e inconsciente no quarto, com traumas no rosto e também na cabeça. Ele foi socorrido pela viatura do Corpo de Bombeiros. A PM disse ainda que não há detalhes sobre a motivação do crime, registrado como lesão corporal.

Ainda de acordo com a PM, a porta da casa do professor estava aberta desde às 2h do último domingo e que os vizinhos ainda contaram aos militares que a vítima teria uma motocicleta que não estava na residência, mas não puderam confirmar se o veículo teria sido roubado. Os policiais também perceberam que há uma câmera em uma residência próxima à do professor e que essas imagens poderão ajudar nas investigações.

  Visitas em presídio de Ouro Preto são suspensas após tentativa de fuga

Homofobia pode ter motivado o crime. Na segunda-feira (14), a direção do Sinasefe IFMG divulgou nota repudiando veementemente a brutal violência ocorrida contra o professor Haroldo. Ainda de acordo com o sindicato, há a suspeita de crime de homofobia, uma vez que várias lesões na face do professor caracterizam o crime de ódio.

Suspeito do crime

A Polícia Civil de Minas Gerais, através da 3ª Delegacia Regional de Ouro Preto, identificou e prendeu, na manhã desta quinta-feira, um homem suspeito de agredir Haroldo de Paiva, professor do IFMG Campus Ouro Preto . O crime aconteceu no último domingo (13), no bairro Morro São Sebastião.

Fechar