Comitê de reabertura do comércio tem atividades suspensas em Ouro Preto

Estão suspensas as atividades do comitê montado para discutir a reabertura do comércio na cidade de Ouro Preto. Após a primeira reunião do comitê na tarde desta quarta-feira (29), ficou definido que a prioridade é a saúde da população ouro-pretana e a manutenção do isolamento social, portanto as regras vigentes na cidade com relação ao funcionamento do comércio permanecem inalteradas, permanecem funcionando apenas os serviços essenciais.
Após o Governo de Minas Gerais ter divulgado os protocolos para a reabertura do comércio no estado, foi publicado o Decreto 5.689, em Ouro Preto, que cria um comitê para avaliar e planejar a reabertura do comércio na cidade durante a pandemia do novo coronavírus.
Entretanto, esse comitê foi formado exclusivamente por representantes do empresariado de Ouro Preto e de secretarias ligadas ao setor produtivo da cidade, e nenhuma pessoa que represente propriamente a população, ou do serviço social e, principalmente, da saúde.
Fazem parte do comitê de avaliação da reabertura do comércio de Ouro Preto: o vice-prefeito da cidade, Tico (presidente do comitê), vale lembrar que ele é dono de um posto de gasolina, dentre outros comércios; o Secretário da Agropecuária, Yuri Borges Assunção; Secretário da Fazenda, Huaman Xavier Pinto Coelho; o Secretário de Planejamento e Gestão, Moises Rodrigues de Paula; representante da Associação Comercial de Ouro Preto (ACEOP), Paulo Raimundo Ferreira; Agência de Desenvolvimento Econômico e Social de Ouro Preto (ADOP), Manuel Brito; representante do Circuito do Ouro Convention & Visitors Bureau, Márcio Abdo de Freitas; representante da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis; e membros do conselho econômico e sustentável.
Com isso, houveram algumas denúncias feitas por parte da população pelas redes sociais que estavam com medo, já que, apesar de Ouro Preto não ter nenhum caso confirmado de coronavírus ainda, as cidades ao seu redor tem números de mortes e de contaminações por Covid-19.
Assim, o vereador Chiquinho de Assis se pronunciou através de uma live nas redes sociais que está totalmente contrário à flexibilização da quarentena em Ouro Preto. E ainda, teceu críticas ao comitê montado para avaliar a reabertura do comércio da cidade. “Isso é um absurdo, um comitê que não tem um membro da área epidemiológica, ou vigilância em saúde, ou da Secretaria de Saúde e é impensável pensar numa reabertura de comércio no momento em que Minas Gerais chegou ao seu maior número de mortes, chegando a nove mortes e não tem um representante da saúde no comitê que tá pensando nessa reabertura”, comentou.

Coronavírus em Ouro Preto

A Prefeitura de Ouro Preto divulgou nesta quarta-feira (29), através do Boletim Informativo, que há seis casos de coronavírus em investigação na cidade, 86 casos já foram descartados ou excluídos. Não há nenhum caso confirmado da doença no município.
Veja também: Drogaria Araújo de Ouro Preto oferecerá teste rápido para coronavírus na próxima semana

Comentários