26.9 C
Belo Horizonte
segunda-feira, 8 agosto 2022

Mais uma vítima da tragédia em Brumadinho é identificada

O corpo foi encontrado no dia 2 de outubro pelo Corpo de Bombeiros, que atuam nas buscas em Brumadinho há mais de mil dias.

Brumadinho: maior operação de busca da história completa mil dias

A operação de buscas chegou ao seu milésimo dia nesta quinta-feira, 21 de outubro, e 262 vítimas já foram identificadas e confirmadas pela perícia da Polícia Civil.
Portal Mais MinasRompimento de barragem em BrumadinhoApós 942 dias da tragédia, mais um corpo é encontrado em Brumadinho

Após 942 dias da tragédia, mais um corpo é encontrado em Brumadinho

Após 942 dias de buscas, mais um corpo foi encontrado onde a barragem de Córrego do Feijão se rompeu, em 2019. A vítima foi localizada na região do Remanso 1, do lado direito. Inicialmente, o Corpo de Bombeiros acreditava se tratar de um homem, mas por volta das 22h09 dessa terça-feira, 24 de agosto, a corporação divulgou a informação da perícia de que o corpo é de uma mulher.

No dia 14 de janeiro, os bombeiros haviam encontrado um fêmur e, desde então, a equipe de buscas não havia localizado outro fragmento ou corpo de vítima. “Pelo estado de integridade de corpo há uma forte possibilidade de se tratar de uma nova identificação, o que evidentemente só poderá ser concluído depois do trabalho da perícia da Polícia Civil”, disse a corporação em nota.

O Corpo de Bombeiros acredita que, pelo que foi observado no local e pelos indícios encontrados na área, as estruturas de concreto que foram carregadas pelo fluxo de rejeitos podem ter garantido uma maior integridade e preservação do corpo. 

De acordo com a corporação, o corpo foi entregue à Polícia Civil (PCMG) e a comissão das famílias já foi devidamente notificada. 

O Governador Romeu Zema (NOVO) comentou em sua rede social o encontro de mais uma vítima do rompimento em Brumadinho. “Com incansável trabalho, os bombeiros de Minas localizaram hoje, por volta das 17h, mais uma jóia ainda desaparecida na tragédia em Brumadinho. É um alento para as famílias que aguardam a localização e identificação das vítimas do rompimento da mina Córrego do Feijão”, disse.

A “Comissão dos Não Encontrados” afirma que ainda não foi possível identificar quem foi encontrado. A Polícia Civil informou que, assim que o fato foi informado, a equipe da perícia se deslocou até o local para realizar os trabalhos técnico-científicos. Não há prazo para que a vítima seja identificada. 

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: