A Seleção de Marrocos fez história na Copa do Mundo do Qatar ao se tornar a única seleção do continente africano a chegar nas semifinais de uma edição do torneio. Por esse feito inédito, o time marroquino pode ganhar a torcida de muitos amantes de futebol que gostam de ver uma surpresa ao invés da previsibilidade.

Além da Copa de 2022, houve em outros momentos da história do Mundial em que seleções pouco conhecidas ou subestimadas chegaram nas semifinais eliminando grandes seleções e, assim como Marrocos, surpreenderam.

Bulgária e Suécia, duas surpresas na Copa de 1994

Uma dessas semifinais “fora do previsto” aconteceu no ano de 1994, na Copa dos Estados Unidos, em que o Brasil se sagrou tetracampeão. Naquele ano, duas inesperadas seleções, a Bulgária e a Suécia, chegaram na penúltima fase da competição, prognóstico pouquíssimo esperado pelos principais analistas do futebol, já que nenhuma das duas equipes eram tidas como candidatas a chegar às fases finais.

A Suécia, que só foi eliminada pelo Brasil nas semis, passou pela fase de grupo na segunda colocação conquistando uma vitória sobre a Rússia e empates com Camarões e Bras