Um pouco sobre as cores: sua utilização nas artes

Publicado: última atualização em 0 comment

Na arte, temos diversas cores, que proporcionam diferentes sensações, algumas podem nos energizar bem como trazer paz ou tranquilizar. Por isto, muitas vezes uma obra de arte transmite o que o autor estava imaginando e quem vê a obra logo consegue entende-la. Desde cedo aprendemos sobre as cores, sabemos que existem as primárias, secundárias e terciárias. O amarelo, o azul e o vermelho são cores primárias desta forma, elas são puras, sem mistura e é a partir delas que são construídas as outras cores.

O verde, o laranja e o roxo são cores secundárias e cada uma delas é formada pela mistura de duas primárias.  O verde é a mistura de amarelo somado ao azul. O laranja é o amarelo mais o vermelho. A cor roxa é o azul mais o vermelho. Nas terciárias, teremos cores que derivam das misturas das cores primárias e secundárias. Podemos obter o vermelho arroxeado (vermelho mais o roxo), vermelho alaranjado (vermelho mais o laranja), azul arroxeado (azul mais o roxo), amarelo alaranjado (amarelo mais o laranja), amarelo esverdeado (amarelo mais o verde) e amarelo azulado (amarelo mais o azul).

Um pouco sobre as cores: sua utilização nas artes 

E a tomada de decisão de utilizar as cores, depende do que o artista deseja transmitir para o espectador, e é então que entra a psicologia das cores, o qual é um estudo que visa compreender como nosso cérebro reage a diferentes tonalidades e quais os efeitos nas emoções das pessoas. Um exemplo claro e fácil de entender, é que colorações mais para a tonalidade do vermelho, possuem um significado de ação, atenção ou estimulante, já cores que alcançam tons azuis ou roxos, transmitem certo sentimento de tranquilidade de momento estático.

Alguns significados específicos de cores são importantes citar. O vermelho é uma cor estimulante que significa paixão, desejo, amor, energia e força, mas também fúria, ira, poder e perigo, já o rosa, representa romance, amor, inocência, beleza, charme, delicadeza e feminilidade. O laranja é uma cor estimulante, representa energia, movimento, espontaneidade, entusiasmo, vibração, extravagância e também excesso.

O amarelo é uma cor que desperta e remete à sabedoria, conhecimento, alegria, leveza, descontração, juventude e otimismo. O verde é uma tonalidade que simboliza esperança, perseverança, calma, vigor, orgulho e juventude. O azul: representa fé, espiritualidade, paz, tranquilidade, calma, lealdade, segurança, confiança, harmonia e limpeza. O roxo remete à realeza, nobreza, dignidade, sinceridade, sabedoria, conhecimento, iluminação, prosperidade, transformação, erotismo e intimidade. Mas pode representar também crueldade e arrogância.

O marrom representa estabilidade, maturidade, resistência, simplicidade, conforto e responsabilidade. O preto significa poder, sofisticação, formalidade, elegância, riqueza, mistério e estilo. Pode representar ainda medo, tristeza, remorso, raiva e infelicidade. Cinza é uma tonalidade que promove equilíbrio e estabilidade.

Agora que temos conhecimento de alguns significados das cores, podemos entender melhor o que fazer com elas e utilizá-las de maneira assertiva, buscando comunicar-se pelas cores de nossos trabalhos, visto que são diversas as formas de utilizar as cores, mas lembre-se não há regras para a utilizar! 

Referências

 GRAFITTI · 3 DE MARÇO DE 2021

Comentários Facebook

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. aceitar LER MAIS