Take a fresh look at your lifestyle.

Arquiteta dá dicas para a construção de fachadas residenciais

A arquiteta Paola Cimarelli Landgraf, profissional com mais de 120 projetos executados, explica que em seus projetos residenciais prefere não deixar as fachadas com telhados aparentes. Em casas térreas a profissional geralmente desenha o pé direito mais alto nas áreas sociais da casa, ela explica que esse recurso torna a fachada mais alta e imponente. Para este espaço, Paola também utiliza revestimentos naturais ou com cimentos, elementos que valorizaram o projeto. Já em sobrados é possível inserir rasgos de abertura conforme a configuração da planta.

Paola também explica que não existem regras em relação a fachada ideal. “É importante se atentar a qualidade dos materiais escolhidos, possíveis manutenções futuras, se existe ou não beirais em esquadrias e a posição do sol, mas o formato deste espaço pode ser escolhido de acordo com o estilo de cada um”, opina.

A profissional indica que os detalhes e revestimentos sejam menores em casos de fachadas com metragem reduzida. “Esses materiais dão a impressão de aumento na fachada. Já em casas maiores gosto de trabalhar com diferentes texturas e preferencialmente com formatos maiores”, conta.

Sobre a Paola Cimarelli Landgraf

A profissional é graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, em Design de Interiores pela Arquitec (Escola de Arte e Design) e, recentemente realizou MBA em Arquitetura de Luxo no Instituto Roberto Miranda. A arquiteta está à frente de escritório Paola Cimarelli Landgraf, em Leme, especializado em projetos arquitetônicos e layout.

Close