Auxílio emergencial: "PicPay devolve meu dinheiro" bomba na web

As pessoas que necessitam do auxílio emergencial estão passando por muitos transtornos para conseguir receber os R$ 600. Após os atrasos do Governo Federal para liberar o dinheiro, os beneficiados pelo novo programa social enfrentam dificuldades com o aplicativo Caixa Tem e por último, com o aplicativo Pic Pay, usado para transferir o valor da conta digital social para outras contas. Nesta terça-feira (7) , muitas pessoas se revoltaram e publicaram nas rede sociais “Pic Pay devolve meu dinheiro”.

A terceira parcela do auxílio emergencial começou a ser paga no dia 27 de julho, e no mesmo dia o aplicativo Caixa Tem apresentou instabilidade, devido à grande demanda de pessoas acessando a plataforma digital. Filas virtuais de mais de cinco horas, não conseguir pagar boletos através do menu “realizar pagamentos” e até mesmo erros na hora de transferir o valor são os maiores obstáculos para que os trabalhadores tenham acesso ao Auxílio Emergencial.

Os R$ 600 liberados pela União só poderão ser sacados no mês de agosto, sendo assim, muitas pessoas que necessitam do valor para pagar contas básicas como água, luz, e realizarem compras de alimentos estão optando por transferir o valor para aplicativos como o PicPay e Mercado Pago, que posteriormente transfere o dinheiro para outras contas, estabelecidas pelos usuários.

Os beneficiários passam por um longo processo de espera para conseguirem entrar no aplicativo da Caixa, e quando conseguem finalmente entrar, podem não conseguir finalizar transações. Acontece que muitas pessoas que conseguem enfim transferir o valor para o PicPay, e posteriormente transferindo para suas contas correntes ou poupança, não estão recebendo. Apesar do status da transação no aplicativo configurar “concluído”, ao consultar o saldo, as pessoas não estão recebendo. Por esse motivo a tag ” “Pic Pay devolve meu dinheiro” está em primeiro lugar no Twitter.

Para acessar o aplicativo Caixa Tem, muitos usuários precisaram fazer “vigília”, pois de madrugada a plataforma é menos acessada, ainda assim, muitos encontraram dificuldades para conseguir usar os serviços oferecidos pelo aplicativo.

Aplicativo Caixa Tem não funciona. Foto: reprodução/Caixa Tem

Outra queixa recorrente são das pessoas que conseguem finalizar a transferência dos R$ 600, porém o valor não cai no aplicativo de destino (PicPay ou Mercado Pago) e também não retorna para o aplicativo Caixa Tem. Nesse caso os usuários ficam com saldo negativo tanto no aplicativo da Caixa como nos aplicativos financeiros. Na maioria das vezes esses usuários não conseguem atendimento de nenhuma das duas plataformas.

Leia também: Aplicativo Caixa Tem fica instável e não mostra saldo do auxílio emergencial.

Comentários