Cruzeiro recebe o River buscando espantar maldição

por Maicon Costa

O Cruzeiro entra em campo hoje, às 19h15, no Mineirão em busca de dois objetivos: o primeiro é se classificar para as quartas de final da Copa Libertadores. O outro viria como consequência. Se avançar hoje, o time celeste quebrará uma maldição que vem assombrando o clube nos últimos anos: as últimas três eliminações da Raposa vieram por meio de times argentinos.

O primeiro jogo, disputado na Argentina, terminou em 0 a 0, com direito a pênalti perdido pelo River Plate no último minuto de jogo. Apesar do resultado ser bom, levando-se em conta a dificuldade do adversário, atual campeão da Libertadores, e a circunstância da penalidade perdida, o critério do gol qualificado assusta. Com o resultado da ida, o Cruzeiro não pode pensar em tomar gols. Qualquer empate com gol da River. Se os argentinos marcarem um gol, automaticamente o time celeste se torna obrigado a fazer no mínimo dois. Por isso a defesa, ponto forte celeste, tem de estar atenta.

Cruzeiro

Para a partida, Mano Menezes deve mandar o time base que enfrentou o River Plate na Argentina. Apenas dois jogadores são dúvidas: Robinho e Thiago Neves. Ambos os meias estão com incômodos na panturrilha direita. A probabilidade maior é que o camisa 19 comece no banco e dê lugar a Ariel Cabral, com o Cruzeiro entrando com um esquema de três volantes. Negociando sua saída do clube, o argentino Lucas Romero está confirmado.

O time celeste vive má fase e venceu apenas um dos últimos 16 jogos disputados. Mas o alento ao torcedor é que essa vitória foi enorme. Um 3 a 0 no maior rival, Atlético-MG, pelas quartas de final da Copa do Brasil. O triunfo garantiu a quarta participação seguida do Cruzeiro em semifinais da competição.

River Plate

Pelo lado do River, o treinador Marcelo Gallardo ganhou algumas opções e perdeu outras, em relação ao último encontro. O lateral-esquerdo Casco, o volante Ponzio e o atacante Borré, não jogaram na Argentina e hoje devem ser titulares. Por outro lado, perdeu o zagueiro Pinola, lesionado. Rojas o substituirá. Na frente Pratto volta ao time titular e De La Cruz e Palacios brigam por uma vaga no meio.

O River Plate jogou apenas três jogos desde que a temporada argentina voltou. Lá o calendário é simultâneo ao europeu. Mas apesar do ritmo diferente, o time Millionario confia no retrospecto fora de casa para voltar à Argentina classificado. Nos últimos dez jogos fora de casa na Copa Libertadores, o River não perdeu nenhum.

Maldição

O Cruzeiro vem sofrendo com times argentinos em suas últimas participações na Libertadores. O clube foi eliminado três vezes, todas elas em casa. O que pode ser um alento é que todas as eliminações foram nas quartas de final. Tudo começou em 2014, contra o San Lorenzo. Na época o Cruzeiro contava com o supertime que foi bicampeão brasileiro. O primeiro jogo, na Argentina, acabou em 1 a 0 pro dono da casa. Na volta, 1 a 1 no Mineirão e a Raposa foi eliminada.

No ano seguinte, em 2015, a eliminação foi na partida contra o mesmo River Plate, que iniciava um processo de recuperação sob a batuta do então recém-chegado Marcelo Gallardo. Na ocasião, o Cruzeiro venceu fora de casa, por 1 a 0, com gol do ponta Marquinhos. Na volta, no Mineirão, o impensável aconteceu e o River goleou por 3 a 0, frustrando os torcedores celestes.

E a mais recente foi no ano passado. O Cruzeiro enfrentou o Boca Juniors e foi eliminado após perder de 2 a 0 fora e empatar em 1 a 1, no Mineirão. O confronto foi marcado por muitas polêmicas envolvendo o VAR, onde o time mineiro foi severamente prejudicado pela arbitragem. Relembre o caso clicando aqui e aqui.

Agora resta ao time de Mano Menezes ultrapassar essa maldição e chegar a mais uma quartas de final de Libertadores. Quem passar hoje enfrenta o vencedor do confronto entre San Lorenzo-ARG e Cerro Porteño-PAR.

Curiosamente o River Plate foi o último argentino eliminado pelo Cruzeiro na Copa Libertadores. E foi num dos jogos mais importantes da história do clube: a final de 1976, marcada pelo épico gol de Joãozinho. Relembre:

YouTube video

Ficha Técnica –  Cruzeiro x River Plate

Motivo: Jogo de volta das oitavas de final da Copa Libertadores da América

Data e hora: Terça-feira, 30 de julho, às 19h15 (de Brasília)

Local: Mineirão, Belo Horizonte – MG

Provável escalação do Cruzeiro: Fábio; Orejuela, Léo, Dedé e Egídio; Henrique, Lucas Romero e Ariel Cabral (Robinho); Pedro Rocha, Marquinhos Gabriel e Thiago Neves. Técnico: Mano Menezes.

Provável escalação do River Plate: Armani, Montiel, Lucas Martínez, Rojas e Casco; Enzo Pérez; De La Cruz, Ponzio e Ignacio Fernández; Lucas Pratto e Rafael Borré. Técnico: Marcelo Gallardo.

Transmissão: SporTV;

Arbitragem: Roberto Tobar apita a partida, auxiliado por Claudio Rios e Alejandro Molina. O trio é chileno. O uruguaio Nicolas Gallo será o árbitro de vídeo.

ARTIGOS RELACIONADOS

Logo Preta

Destaques

PARCEIROS