O que você procura?
Renova banner


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

De novo? Adele é acusada de plagiar mais um músico brasileiro

Internautas indicaram a semelhança através das redes sociais, apontando não só a sonoridade parecida, mas até o significado do título da faixa. “To Be Loved”, em português, significaria “ser amado”, temática parecida à presente no título da canção brasileira “Eu te amo”.

Rômulo Soares 23 de novembro de 2021 às 18:58
Tempo de leitura
2 min
Foto: Facebook Adele / Facebook Chico Buarque
Foto: Facebook Adele / Facebook Chico Buarque

Depois de se envolver em uma grande polêmica com a música “Million Years Ago”, que se assemelha com a canção “Mulheres”, composta por Toninho Geraes e gravada por Martinho da Vila, Adele foi acusada mais uma vez de plagiar uma música brasileira. A semelhança é entre “To Be Loved”, do novo disco “30”, com “Eu te amo”, de Tom Jobim e Chico Buarque. Ambas têm parecidas introduções no piano.

Internautas indicaram a semelhança através das redes sociais, apontando não só a sonoridade parecida, mas até o significado do título da faixa. “To Be Loved”, em português, significaria “ser amado”, temática parecida à presente no título da canção brasileira “Eu te amo”.


Porém, outros perfis apontaram algumas diferenças entre os trechos. Conforme explicou o internauta identificado como Thiago, as introduções de “Eu te amo” e “To Be Loved” são “formas musicais simples e consideravelmente distintas”, quando analisadas de forma técnica.

A equipe de Chico Buarque negou que Adele tenha plagiado a canção “Eu te Amo”. À Folha de S. Paulo, os representantes explicaram não haver semelhanças entra a canção do brasileiro e a faixa “To Be Loved”, do disco 30. 

Compare e tire suas conclusões:

Polêmica com Martinho da Vila

O compositor brasileiro Toninho Geraes, responsável pela letra de “Mulheres”, que ficou conhecida pela gravação do icônico cantor Martinho da Vila, processou Adele por plágio em outubro de 2021. Segundo o artista, a canção “Million Years Ago” do disco “25”, de 2015, tem diversas similaridades com a faixa.

Conforme noticiado pelo POPline, Adele e Greg Kurstin, outro compositor de “Million Years Ago,” receberam duas notificações extrajudiciais. A XL Recordings e Beggars Group, ambas gravadoras, e Sony Music estão cientes da situação.

Compare as duas canções:

Inscreva-se no nosso boletim informativo

Inscreva-se para receber as principais notícias veiculadas no nosso site em sua caixa de entrada, uma vez por dia.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.