Ultimate magazine theme for WordPress.

Especial Campeonato Mineiro 2020: Uberlândia, o alviverde do Triângulo Mineiro

Saiba tudo sobre um dos maiores clubes do interior mineiro

Na próxima semana se iniciará o Campeonato Mineiro de 2020 – Módulo I. Esta será a 106ª edição daquele que é um dos mais tradicionais estaduais do país. E para iniciar a temporada nas Minas Gerais, o Mais Minas preparou uma série de matérias especiais sobre os clubes que disputarão a divisão principal do torneio. Em mais um episódio, é a vez do Uberlândia.

Fundado em 1 de novembro de 1922, o quase centenário time se localiza no Triângulo Mineiro, mais precisamente na cidade de Uberlândia que, inclusive, dá nome ao clube. Exalando tradição, o Periquito é uma das maiores equipes do interior mineiro, além de ostentar feitos e troféus em sua história.

Especial Campeonato Mineiro 2020: Uberlândia, o alviverde do Triângulo Mineiro
A atual equipe de Uberlândia – Créditos da foto: Divulgação/Uberlândia

Em quase 100 anos de existência, o Uberlândia venceu um Campeonato Brasileiro da Série B, dois Campeonatos Mineiros do Módulo II, uma Taça Minas Gerais e dois Troféus do Interior.

Fundação

Nos anos 20, a cidade São Pedro de Uberabinha, atual Uberlândia, era dividida entre dois grupos políticos: o Partido Republicano Municipal e o Partido Republicano Mineiro. Desta forma, as duas agremiações possuíam bandas musicais, que tocavam nos jogos da cidade. A do grupo Municipal, denominada “Cocão”, era dona do campo campo da Associação Esportiva de Uberabinha, mas se revezava com a banda do Partido Mineiro, conhecida como “Coiós”.

Entretanto, em determinado episódio, a banda “Cocão” rompeu o acordo e terminou o revezamento. Sendo assim, após o ocorrido, os empresários Gil Alves e Agenor Bino, juntamente com os membros do Partido Republicano Mineiro, decidiram criar um novo clube de futebol. Dessa maneira, Gil Alves cedeu um terreno para a criação do Estádio Juca Ribeiro e, dessa forma, foi fundado o Uberabinha Esporte Clube.

Quando criada a agremiação esportiva, a cidade sede, atual Uberlândia, ainda se chamava São Pedro de Uberabinha, o que também aconteceu com o time de futebol, que era carregava o nome de Uberabinha Esporte Clube. Anos depois, com a mudança de nomenclatura, o clube foi nomeado como Uberlândia Esporte Clube.

Estádio e mascote

Desde sua criação até os anos 80, o Verdão mandava seus jogos no Zeca Ribeiro. Contudo,  1982 foi inaugurado o colossal Parque do Sabiá, que passou a ser a casa do Uberlândia.

Atualmente, o estádio possui capacidade para cerca de 53 mil espectadores, o oitavo maior do Brasil.

Especial Campeonato Mineiro 2020: Uberlândia, o alviverde do Triângulo Mineiro
O gigantesco Parque do Sabiá – Créditos da foto: Divulgação/Prefeitura de Uberlândia

O mascote do Furacão da Mogiana é o Periquito, em alusão à cor verde, existente no escudo e no uniforme do clube. Além da grande presença desse tipo de ave na cidade uberlandense.

Maior rival

O grande adversário histórico do Verdão é o Uberaba. Juntos, as instituições protagonizam o Clássico do Triângulo, uma das rivalidades mais acirradas do Brasil.

Em toda a história, os dois times duelaram 84 vezes, com 26 empates, 31 vitórias da equipe uberabense e 30 triunfos do alviverde.

1984: campeão da Série B

A temporada de 84 resguardou a maior glória possível para o alviverde do Triângulo. Na competição nacional, alcunhada de Taça de Prata, o Uberlândia bateu tradicionais equipes como América-MG, Guarani de Campinas e Itumbiara-GO, além do Uberaba, maior rival do clube.

Após eliminar o Botafogo-PB, nas semifinais, a Máquina Verde tinha pela frente o Remo, do Pará. No primeiro jogo, no Parque do Sabiá, vitória por 1 a 0, com gol de Vivinho.

Depois, no segundo duelo, em Belém, uma verdadeira guerra. Os esmeraldinos tiveram de conviver com um clima extremamente hostil na capital paraense. Entretanto, a guerra no Mangueirão não foi suficiente para parar a equipe  mineira, que segurou o empate sem gols e se sagrou campeã brasileira da Série B.

Depois da partida, incrédulos com o que aconteceu no campo, os torcedores do Remo fizeram uma verdadeira batalha no estádio, prendendo os atletas alviverdes no vestiário, que só conseguiram sair de madrugada.

Vencendo todas as adversidades, o Uberlândia fez história.

Especial Campeonato Mineiro 2020: Uberlândia, o alviverde do Triângulo Mineiro
Em pé: Batista, Moacir, Chiquinho, Luizinho, Zecão e Batata
Agachados: Geraldo Touro, Eduardo, Vivinho, Carlos Roberto e Zé Carlos – Créditos da foto: O Curioso do Futebol

Dias atuais

Se outrora a equipe uberlandense se destacou no cenário nacionais, os últimos anos não têm sido tão gloriosos assim.

Retorno ao Módulo I

Rebaixado em 2010, o time verde viveu temporadas difíceis na segundona mineira, e só subiu novamente em 2015. Após isso, disputou as edições de 2016, 2017 e 2018 da elite estadual. Em 18, foi novamente rebaixada, mas logo conseguiu o acesso no ano seguinte.

Agora, a equipe espera se firmar de vez na primeira divisão mineira.

Destaques para 2020

Para a disputa do estadual, o Uberlândia aposta suas fichas em Dija Baiano, conhecido atacante do futebol brasileiro. Além dele, o lateral e volante Leandro Salino, que carrega passagens de sucesso por Ipatinga, Flamengo, Braga-POR e Olympiakos-GRE.

Especial Campeonato Mineiro 2020: Uberlândia, o alviverde do Triângulo Mineiro
Leandro Salino com a camisa do Verdão – Créditos da foto]; Instagram/Leandro Salino

Elenco

Confira agora o elenco completo do Uberlândia para a disputa do Módulo I do Campeonato Mineiro de 2020:

Goleiros: Diego, Alex e Vinícius;

Laterais-direitos: Joazi e Matheus;

Laterais-esquerdos: Janini, Fábio Alves e Marcos Vinícius;

Zagueiros: Victor Hugo, Thayron, Moisés, Rogério e José Vítor;

Volantes: Iuri, Leandro Salino e Alexandre;

Meias: Thiago, Diogo Peixoto, Clebinho e Breno;

Atacantes: Felipe Alves, Dija Baiano, Hugo, Léo, Wandinho e Thiago Amaral.

Técnico: Felipe Surian

O Uberlândia estreia no Campeonato Mineiro contra o Atlético, na próxima terça-feira (21), às 21h30, no Parque do Sabiá.

Leia mais: Especial Campeonato Mineiro 2020: Tombense, o campeão nacional de Tombos

Comentários do Facebook