Take a fresh look at your lifestyle.

Junho e suas iguarias não são mais fortes que sua determinação em ser saudável

Estamos na época das festas juninas, ocasião destacada por celebrações com fartura das mais variadas guloseimas. A origem histórica das festas juninas se deu na Europa, mais precisamente em Portugal, quando os agricultores comemoravam a colheita do trigo; posteriormente essas festividades foram adotadas por outros países, e no nosso caso, como o Brasil não era um grande produtor de trigo, as festas juninas começaram a ser celebradas tendo o milho como elemento principal.

Foto: Eliane Ogata

Alguns pratos típicos das festas juninas no Brasil são: Pamonha, canjica, bolo de milho, pipoca, caldos, pé de moleque, paçoca, pinhão cozido, amendoim doce, maçã-do-amor. Todos esses quitutes têm em comum o fato de serem preparações de alto valor energético, porém essas preparações podem ser feitas de modo mais saudável, por exemplo, evitando a adição de leite condensado e açúcar em excesso no preparo de canjica e/ou evitando grande quantidade de sal no milho cozido e na pipoca.

Outro fator que deve ser observado são as condições de higiene das quais os alimentos são preparados e oferecidos, pois nem sempre esses alimentos estão acondicionados dentro das normas de higiene exigidas pela vigilância sanitária, o que pode favorecer a proliferação de fungos e bactérias que podem causar intoxicações ou infecções alimentares. Quanto a isso algumas dicas que devem ser consideradas pelos consumidores são:

  • Primeiramente, lave bem suas mãos antes de consumir o alimento.
  • Observe as condições de higiene da barraca e dos manipuladores, se o vendedor está de luvas, fazendo uso de utensílios apropriados e devidamente higienizados, se o ambiente não está exposto a poeiras, roedores ou insetos.
  • Prefira alimentos que são servidos assim que acabaram de ser preparados aos que ficam expostos.

Por fim, lembre-se que todos esses alimentos são muito calóricos, assim como as bebidas comuns nas festas juninas. O ideal é que o consumo seja feito com moderação, pois o exagero pode resultar em ganho de peso, bem como aumento da glicemia e pressão arterial. As preparações típicas desta época do ano são também bastante nutritivas, por isso não precisam ser restringidas, porém o consumo deve ser consciente para não perder a oportunidade de saborear essas deliciosas iguarias, mas também não ganhar peso. Mas, se por um descuido, em um dia você extrapolar, vale optar por comidas mais leves nos dias seguintes para não perder o foco da alimentação saudável e desperdiçar todo o progresso conquistado durante os outros dias do ano.

Close