AtléticoEsporteFutebol

Levir Culpi não resiste a goleada e é demitido do Atlético

Treinador tem contrato rescindido após três derrotas em quatro jogos na Libertadores

Levir Culpi não é mais o técnico do Atlético-MG. O treinador, de 66 anos, não resistiu a péssima campanha do clube na Copa Libertadores da América e foi comunicado, em reunião com a diretoria na manhã desta quinta-feira (11), que não seguiria no comando do time. A gota d’água foi a goleada sofrida para o Cerro Porteño, do Paraguai, na noite de ontem (10) que deixou a equipe alvinegra em situação dificílima na maior competição de clubes do continente.

O experiente treinador deixa o clube às vésperas do primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro. No domingo (14), o Galo enfrente o arquirrival Cruzeiro, no Mineirão, com mando de campo celeste. Levir, que chegou ao clube para sua quinta passagem no final do ano passado, vinha sendo muito criticado pelos torcedores, que o colocavam como um dos responsáveis pelo mau futebol apresentado pelo time.

Números

Em 2019, Levir Culpi comandou o Galo em 22 partidas, com 14 vitórias, quatro empates e quatro derrotas. Apesar de parecem positivos, os números assustam quando analisados categoricamente pois destas quatro derrotas, três foram na fase de grupos da Copa Libertadores. Todos os triunfos do time foram contra adversários mais fracos e em muitos desses jogos, mesmo com o resultado positivo, o desempenho da equipe foi ruim.

Agora, se considerar o desempenho do técnico em toda sua quinta passagem pelo Atlético, foram 31 jogos nesta passagem pelo clube. São 18 vitórias, 5 empates e 8 derrotas, com 52 gols marcados e 28 gols sofridos. Levir chegou ao Galo em outubro do ano passado, para substituir Thiago Larghi, e terminou o último Brasileirão em sexto lugar, classificando o time para a pré-Libertadores.

Pelo Galo, Levir conquistou três Campeonatos Mineiros, em 1995, 2007 e 2015, uma Recopa Sul-Americana e uma Copa do Brasil, esta última sobre o rival Cruzeiro, ambas em 2014, além da Série B do Campeonato Brasileiro, em 2006.

Novo Diretor de Futebol

O Atlético já havia anunciado, no início da manhã desta quinta (11), a contratação de Rui Costa para o cargo de diretor de futebol do clube. O dirigente, que já trabalhou no Grêmio, Chapecoense e, por último, no Athletico-PR, chega para o lugar do ex-atacante e ídolo atleticano Marques, que a partir de agora ocupará o cargo de Gerente de Futebol do clube.

Costa concorre, ao lado de nomes como de Marcelo Djian, do Cruzeiro, ao prêmio de melhor diretor do Brasil, pelo trabalho que resultou na conquista do título da Copa Sul-Americana pelo Athletico-PR, na última temporada. A cerimônia de premiação da Conferência Nacional de Futebol está programada para maio.

Novo Diretor de Futebol do Atlético-MG
Rui Costa vem de excelente trabalho pelo Athletico-PR (Foto: Monique Silva)

Próximo jogo

O Galo agora volta suas atenções ao Campeonato Mineiro onde, no domingo (14), enfrenta o rival Cruzeiro, no jogo de ida da final da competição. A partida será às 16h no Mineirão.

 

Fechar