Prefeito Júlio Pimenta solicita que entrega da Medalha da Inconfidência não aconteça na Praça Tiradentes

0

A Prefeitura Municipal de Ouro Preto solicitou ao Governo de Minas que a solenidade da entrega da Medalha da Inconfidência de 2018 não aconteça na Praça Tiradentes.
Em reunião do Conselho Permanente da Medalha da Inconfidência, que aconteceu no dia 12 de março de 2018 no Salão Nobre da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), o prefeito Júlio Pimenta esteve presente e solicitou que a entrega das medalhas seja realizada no centro de convenções da cidade, mantendo na Praça Tiradentes apenas o momento em que o governador de Minas Gerais deposita a coroa de flores aos pés da estátua de Tiradentes.

Reunião do Conselho Permanente da Medalha da Inconfidência
Reunião do Conselho Permanente da Medalha da Inconfidência (Foto: Clarissa Barçante/ALMG)

Júlio Pimenta justificou o pedido dizendo que a montagem da estrutura para a solenidade  gera muitos transtornos à população local, em especial, aos comerciantes, ao dificultar o trânsito e o acesso à Praça Tiradentes.
Adalclever Lopes, presidente da ALMG, respondeu o pedido do prefeito ponderando a importância da permanência de todo o evento na Praça Tiradentes, destacando a visibilidade da solenidade na imprensa do Brasil e do mundo, e defendeu que o assunto seja tratado diretamente com o governando de Minas, Fernando Pimentel.

O deputado Rogério Correia (PT), 1°- secretário da ALMG, se manifestou favorável a manutenção de toda a solenidade na Praça Tiradentes, diante da simbologia nacional do evento, e falou sobre a necessidade de que sejam tomados cuidados para amenizar o impacto do evento no dia a dia do município. Alguns representantes de instituições presentes na reunião também defenderam a permanência da solenidade no local.
O Conselho Permanente da Medalha da Inconfidência é formado pelos comandantes de vários órgãos dos três Poderes estaduais, de universidades e de institutos de pesquisa, o conselho abriga 17 instituições. Cada instituição é responsável por indicar três agraciados.
Para 2018, o representante do Poder Executivo, o subsecretário de Cerimonial e Eventos, Bruno Rosa, anunciou que foi convidado para ser o orador oficial do evento, que acontece no feriado de 21 de abril, o primeiro ministro de Portugal, António Costa, que ainda não confirmou sua presença.