Polarização política pode pautar eleições municipais de 2020 em Ouro Preto

Por

Ouro Preto foi a cidade de Minas Gerais em que Fernando Haddad obteve a maior porcentagem de votos proporcionalmente. Na antiga Vila Rica, 65% (sessenta e cinco por cento) dos eleitores votaram no petista, na disputa contra Jair Bolsonaro (PSL), o candidato eleito no segundo turno das eleições presidenciais de 2018.

O resultado não chega a ser surpreendente, uma vez que a esquerda sempre venceu as eleições para presidente na cidade desde a redemocratização.

Sérgio Moro: herói nacional

Contudo a direita não está parada, tampouco desistiu da luta. No dia 3 de agosto, o grupo intitulado Direita Minas – Ouro Preto inaugurou um outdoor do Ministro Sérgio Moro exaltando-o como herói nacional. E mais, o local é simbólico, uma vez que está em frente ao portão principal da Universidade Federal de Ouro Preto – Ufop, tradicional reduto de movimentos sindicais, sociais e estudantis.

Outdoor do ministro da Justiça, Sérgio Moro, colocado próximo da portaria da Ufop pelo grupo Direita Minas – Ouro Preto – Crédito da foto: Maic Costa/Mais Minas

Outdoor do ministro da Justiça, Sérgio Moro, colocado próximo da portaria da Ufop pelo grupo Direita Minas – Ouro Preto – Crédito da foto: Maic Costa/Mais Minas

Murilo Dolabela, do grupo Direita Minas – Ouro Preto, falou para a reportagem do Mais Minas como esta iniciativa surgiu.

[su_quote]”A iniciativa surgiu através do nosso grupo Direita Minas Ouro Preto. A Direita Minas é um grupo apartidário que tem como objetivo praticar a ocupação cultural em nosso estado, buscando preservar os valores tradicionais da sociedade, visando a linha política liberal conservadora e defensora dos preceitos da moral judacico cristã”.[/su_quote]

Murilo falou ainda sobre a escolha do uso do outdoor para apoio a Sérgio Moro. “O tema escolhido foi a defesa do Ministro da Justiça, Sérgio Moro, que vem sendo brutalmente e injustamente atacado pela esquerda nacional. A cidade de Ouro Preto, por ser um grande polo universitário, esta há décadas sofrendo a influência da doutrinação ideológica marxista/comunista que tenta iludir a população que é majoritariamente cristã e a favor da manutenção das tradições nacionais e municipais”, afirmou.

Quando questionado sobre a escolha do ponto de colocação do outdoor, de frente ao portão principal da Ufop, Murilo afirmou que o Direita Minas – Ouro Preto aproveitou, somente, a cessão do espaço. “O ponto de colocação do outdoor foi escolhido através da disponibilização gratuita do dono do imóvel, que é membro de nosso grupo. O evento contou com a presença do deputado estadual Bruno Engler “, finalizou.

Bruno Engler foi eleito deputado estadual em 2018 com 120 mil votos pelo PSL, partido político do presidente Jair Bolsonaro.

O verdadeiro Mito

Do lado da esquerda, dois outdoors foram colocados. Um na saída para Belo Horizonte e outro na saída para Mariana, ambos com a seguinte frase:

[su_quote]“Se dependesse de Ouro Preto, Bolsonaro não seria Presidente! Aqui o verdadeiro Mito lutou por igualdade, liberdade e fim da colonização!”[/su_quote]

Outdoor colocado por Guido de Mattos na saída de Ouro Preto para Mariana

O responsável pelos outdoors, o advogado Guido de Mattos revela que a ideia surgiu no ambiente de trabalho com colegas. “Estamos numa luta muita dura contra as medidas do Governo Bolsonaro, em especial a reforma da previdência e os cortes na educação. Por isto, pensei que esta exposição poderia nos ajudar de algum jeito e se espalhar por Minas Gerais e Brasil”, contou.

Em um vídeo polêmico, que polariza o debate, Guido fala que o intuito do outdoor é mostrar a rejeição de Ouro Preto ao atual governo. Confira:

Dois outdoors em referência a Jair Bolsonaro foram colocados em Ouro Preto. Um na saída para a cidade vizinha Mariana, e outro na saída para Belo Horizonte.Os outdoors estão com a seguinte frase: "Se dependesse de Ouro Preto, Bolsonaro não seria Presidente! Aqui o verdadeiro Mito lutou por igualdade, liberdade e fim da colonização!"O responsável pelos outdoors é o advogado Guido de Mattos. Ele nos informou que a ideia surgiu no ambiente de trabalho com colegas. "Estamos numa luta muito dura contra as medidas do Governo Bolsonaro, em especial a reforma da Previdência e os cortes na educação. Por isto, pensei que esta exposição poderia nos ajudar de algum jeito e se espalhar por Minas Gerais e Brasil", revela o advogado. Guido é filiado ao PT e trabalha como advogado de sindicatos de servidores públicos federais, e conta que recebeu mais apoio do que críticas.

Posted by Mais Minas on Saturday, August 10, 2019

Guido, que é filiado ao PT e trabalha como advogado de sindicatos de servidores públicos federais, conta que recebeu mais apoios do que críticas e que sua ideia “viralizou” nas redes sociais.

Para Guido, as atuais medidas do governo federal irão aprofundar a desigualdade social e a pobreza.

Parece que 2020 vai repetir a tensão das eleições de 2018.

*com colaboração de Maic Costa

Postado em 14 de agosto de 2019