Take a fresh look at your lifestyle.

O Preconceito de Gênero

A opção sexual dos outros não deveria ser um enigma, muito menos uma barreira de convivência em pleno século XXI. A sociedade poderia estar (ser) bem melhor se as pessoas compreendessem que a vida vai muito além do plano terreno e que por dentro todos são iguais independente de um homem se relacionar com outro homem ou uma mulher se relacionar com outra mulher.

Infelizmente não podemos, por mais que queiramos, dizer que todos são iguais também perante aos direitos da sociedade, sendo que até hoje, essa, descrimina a mulher a julgando como um ser incapaz de assumir cargos de liderança; administrativos ou até mesmo por operar um ônibus.

É compreensível que certas mudanças necessitam de um longo prazo para se concretizarem, dentre elas, a cultural. Nas redes sociais várias pessoas levantam a bandeira contra – a homofobia; o preconceito racial e a favor do feminismo para mudarem o mundo, mas esquecem na verdade de mudar a si mesmas com atitudes diárias na prática da vida real; do olho no olho, sem lindos textões.

De nada adianta criticar as atitudes dos seus governantes enquanto representantes do povo envolvidos nos casos de corrupção ou quando não fazem nada daquilo que prometem, se no seu dia-a-dia você age como um racista; um preconceituoso; um intolerante; um ignorante; um corrupto; um mentiroso; um vigarista, se revelando um verdadeiro (DES)humano inescrupuloso.

O Brasil clama por investimentos na educação de ensino fundamental para que haja urgentemente algum avanço na mudança cultural de nossas raízes em vários aspectos, dentre eles, o preconceito racista; homofóbico e com as mulheres para que as futuras gerações sejam capazes de respeitar ao próximo sabendo que todos são capazes de realizar as mesmas tarefas e têm os mesmos direitos, diferente disso, somente se houver alguma limitação física que os impeçam.

Close