Prefeitura de BH começa a entregar cestas básicas nesta quinta-feira (9)

Começa hoje (9) a distribuição de cestas básicas da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). Os mantimentos serão entregues para famílias em situação de vulnerabilidade, para auxiliar na subsistência em tempos de coronavírus (COVID-19). A distribuição será organizada por etapas e nessa primeira receberão as cestas básicas as famílias que já estavam cadastradas no município, entre elas as inscritas no CadÚnico, catadores de materiais recicláveis, beneficiários do Bolsa Moradia, entre outros.

A PBH criou um portal chamado cestabasica.pbh.gov.br que permite que o beneficiário consulte, por meio de seu CPF, se será contemplado na etapa que estiver acontecendo no momento.

Como retirar as cestas básicas?

Para fazer a retirada das cestas básicas, os beneficiários terão de ir ao supermercado indicado no site da PBH. Haverá um horário específico para cada pessoa que deverá se respeitado, para assim evitar aglomerações. Para fazer a retirada das cestas, o responsável pelo cadastro da família no CadÚnico ou pelo licenciamento da atividade informal, para camelôs e catadores, por exemplo, deverá comparecer ao local e apresentar seu CPF e um documento de identidade com foto.

Em situações em que o responsável pelo cadastro não possa comparecer, é necessário que este assine uma procuração autorizando outra pessoa a fazer a retirada para si. Nesse caso, a pessoa escolhida precisará apresentar os documentos originais do beneficiário.

As cestas básicas

A entrega de cestas básicas é mais uma ação da Prefeitura de Belo Horizonte buscando minimizar os impactos do isolamento social proposto em resposta a pandemia do novo coronavírus. Anteriormente, no mês de março, já haviam sido distribuídas cestas básicas para alunos da rede municipal de educação, pelo programa Cesta Estudante. Inclusive, a segunda etapa da distribuição desse benefício começa neste sábado (11). Neste segundo momento, serão contempladas famílias em situação de vulnerabilidade que não receberam o benefício na primeira fase. O cidadão que quiser saber se possui o direito do recebimento da cesta poderá fazer a consulta também no site cestabasica.pbh.gov.br.

Já a segunda fase da entrega de cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade começa na segunda-feira (13), e contemplará famílias com cadastro no SUS, atendidas em centros de saúde de vilas, favelas e ocupações, e estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA), além do público que tem medidas protetivas e os moradores de comunidades tradicionais, como os quilombos urbanos.

As famílias que receberam as cestas através do programa Cesta Estudante não poderão retirar kits do programa voltado a famílias em situação vulnerável.

As cestas básicas contém 12 itens, sendo eles arroz, açúcar cristal, feijão carioca, fubá de milho, macarrão parafuso, macarrão espaguete, sal refinado, óleo de soja, farinha de mandioca, leite em pó, extrato de tomate e sardinha. Além disso, será entregue um kit higiene junto das cestas, contendo oito sabonetes corporais, dois litros de cloro e dez sabões em barra.

Em caso de não retirada das cestas na data indicada, o beneficiário não perde o direito, podendo ir buscá-la até o fim do mês na mesma loja indicada no sistema. Em caso de dúvidas, é possível acessar um chat no site cestabasica.pbh.gov.br.

Confira o quadro resumo das fases de distribuição divulgado pela PBH:

Data de início da distribuição e consulta
Público
Produto
Retirada dos produtos a partir de 9 de abril (conforme indicação na consulta de cada pessoa) em lojas de supermercados previamente habilitadas pela Prefeitura de Belo Horizonte.

 

A consulta será liberada dia 7 de abril através desta página

Famílias inscritas no CadÚnico, com renda per capta familiar de até ½ salário mínimo Cesta básica
Famílias de vilas, favelas e ocupações urbanas que estão inscritas no CadÚnico Cesta básica e kit higiene
Catadores de materiais recicláveis Cesta básica
Agricultores urbanos Cesta básica
Famílias do Programa Bolsa Moradia Cesta básica
Trabalhadores informais licenciados  nos shoppings populares (Caetés, Uai Centro e O Ponto Venda Nova), os camelôs com deficiência licenciados, assim como os lavadores de carros, engraxates e ambulantes com veículo de tração humana licenciados Cesta básica
Retirada dos produtos a partir de 13 de abril (conforme indicação na consulta de cada pessoa) em lojas de supermercados previamente habilitadas pela Prefeitura de Belo Horizonte.

 

A consulta será liberada dia 11 de abril por meio desta página

Moradores de vilas, favelas e ocupações urbanas que não estavam em cadastros anteriores, mas estão no Sistema SUS Cesta básica
Estudantes da Educação de Jovens e Adultos Cesta básica
Público com medidas protetivas Cesta básica
Moradores de comunidades tradicionais, como quilombos urbanos Cesta básica

Veja também: Governo de Minas irá distribuir Bolsa Merenda para alunos da rede estadual de ensino

Comentários