ArquiteturaDecoração

Qual o modelo de guarda-roupa que combina mais com você e com a sua casa?

Decorar o quarto é uma atividade prazerosa. A combinação de peças corretas deve facilitar o funcionamento da casa e a rotina da família – além de resultar em inúmeros outros benefícios. 

Dentre os itens mais importantes que não podem faltar neste ambiente está o guarda-roupa. E para que tal móvel escolhido sirva bem ao seu propósito, muitas questões precisam ser planejadas.

Um guarda-roupa não deve ser só bonito, cheio de estilo, mas também funcional e de qualidade. Se estiver pensando em comprar um novo para a sua casa, averigue o que possa combinar com o seu quarto e agradar o seu gosto. 

Sem ideias do que fazer? Então, confira boas dicas de como achar o modelo de guarda-roupa que combina com você!

Crédito da foto: Fabiana Marques Aloia/Viva Decora

Que uso dar ao guarda-roupa dentro do quarto?

Pelo que foi dito antes, já se sabe que a decoração de um quarto deve ser composta de várias peças mobiliárias. O motivo de se ter um guarda-roupa vai de cada um. No geral, tal móvel serve – como o próprio nome explica – como um armário para guardar roupas. 

Mas, é possível que as pessoas guardem outros bens no local – itens preciosos que, talvez, fiquem mais protegidos dentro de móvel assim. Por isso é tão importante sabê-lo escolher!

Quais os modelos de guarda-roupa disponíveis no mercado?

O guarda-roupa pode ser a peça-chave na decoração de um quarto, mantendo as coisas mais organizadas, em seu devido lugar – portanto, sendo também funcional. 

Num primeiro momento, a pessoa pode escolher seu armário com base no visual exterior da peça – e tudo bem isto. É possível encontrar nas lojas modelos prontos e modulados em cores neutras e também em muitas cores e padrões diferenciados. Opções é o que não faltam!

Crédito da foto: Gabriela Herde/Viva Decora

É preciso pesquisar bem sobre a matéria-prima utilizada na fabricação do guarda-roupa. Avaliando pela questão custo-benefício, o fator ‘qualidade’ deve se sobrepor ao fator ‘estética’ e ser priorizado. 

A madeira, sem dúvidas, ainda continua sendo uma ótima opção. Contudo, o MDF e MDP são os materiais que estão mais em alta atualmente no mercado, ao lado das fibras sintéticas e das madeiras de demolição.

Por fim, um detalhe que deve ser também sempre averiguado é quanto à abertura do guarda-roupa. Se o quarto for espaçoso, é possível ter um roupeiro tradicional, com portas de bater. 

Agora, se o ambiente for pequeno, é preciso saber aproveitar melhor cada centímetro de área livre disponível. Para respeitar a circulação e otimizar o layout, um guarda-roupa com portas de correr é a alternativa mais acertada.

Crédito da foto: Oliveira Arquitetura/Viva Decora

 

Qual o modelo de guarda-roupa ideal para o seu quarto?

Digamos que você já pensou nos materiais, nas dimensões e nos sistemas de aberturas de todos os guarda-roupas que existem no mercado. 

Mas, na hora de dar a palavra-final, de definir um modelo para compra, é bom se perguntar se tal peça, de fato, iria combinar com seu gosto, com seu estilo, e se suprir suas necessidades. Parece uma tarefa complicada – diante de tantos estilos diferentes de produtos -, só que não é.

Quer mesmo saber que tipo de guarda-roupa combina com você? Então, como sugestão, siga este passo-a-passo bem simples, de apenas dois itens, apresentado a seguir!

Crédito da foto: INÁ Arquitetura  e Gislene Lopes /Viva Decora

#1 Defina o que irá guardar dentro do guarda-roupa

Neste primeiro momento, pense em todos os itens que você iria guardar dentro de um guarda-roupa. Por quê? Porque isto irá definir qual a compartimentação interna deve ter o móvel que comprar. 

Tal armário deverá ter a quantidade de gavetas e prateleiras necessárias para abrigar todos os itens que você irá usar no dia-a-dia, dentre calças, camisas, vestidos, blusas, blusões, bolsas, sapatos e mais.

“Fazer uma lista que inclua os tipos de peças de vestuário, tipos de calçados e acessórios e como queremos que sejam armazenados, ajuda nas definições das divisões internas do armário.” – arquiteta Lilian Simões, em reportagem de Revista Zap Imóveis.

Crédito da foto: Raduan Arquitetura e Livia Dalmaso/Viva Decora

 

Crédito da foto: Andrea Teixeira & Fernanda Negrelli/Viva Decora

Cada divisão e subdivisão de um guarda-roupa tem sua função específica. Cabideiros, por exemplo, servem para comportar camisas, vestidos, calças e mais. Nichos e prateleiras superiores para comportar blusões de inverno, malas, edredons e outros. 

Nas gavetas devem ficar as peças de roupas mais íntimas. E nos módulos inferiores do armário os calçados, caixas com documentos e tudo mais que for necessário.

Portanto, é importante considerar a quantidade de itens a serem guardados no quarto antes de comprar o guarda-roupa. 

Para que tudo se mantenha sempre bem organizado, sem ficar amontoado ou amassado em qualquer lugar do cômodo, o guarda-roupa – que é o maior item da decoração deste ambiente – deve ter as divisões certas. E, dependendo das suas necessidades, valerá certa combinação de cabideiros, nichos, prateleiras e gavet

Crédito da foto: Patricia Campanari/Viva Decora

#2 Responda a si mesmo qual o estilo de design que mais aprecia

Você já sabe em que local ficará o roupeiro dentro de sua casa, a área livre disponível para ele, e quantas divisões e subdivisões deve ter. Agora é preciso voltar a pensar na estética da peça. 

Pelo que já se sabe, é possível encontrar nas lojas modelos em vários materiais e com a caixa externa em cores e estampas diferentes. Então, não é difícil achar algum que vá combinar com a decoração do seu quarto.

Agora, nem todos os modelos de guarda-roupa que existem no mercado deve combinar com aquilo que você gosta. Por exemplo, pode ser que seu estilo preferido seja o clássico e que a decoração do seu imóvel seja composta de várias peças clássicas. 

Então, talvez você entenda que um móvel provençal seria aquilo que você procura. Este é o design que vai sempre lhe agradar mais!

Crédito da foto: AH!SIM e Espaço do Traço Arquitetura/Viva Decora

Caso opte por encomendar um móvel sob medida em uma loja especializada, é mais fácil adequar o desenho do guarda-roupa àquilo que você mais gosta. Se a ideia – até por questões econômicas – é adquirir algo pronto, as opções de personalização diminuem.

Mas, ainda assim é possível estudar as possibilidades de acabamento, de puxadores e outros detalhes que possam se adaptar ao visual do quarto decorado.

Com base nas imagens apresentadas neste texto já se pode imaginar quantos modelos diferentes de guarda-roupa é possível montar em um quarto. 

Em sua casa, você pode mandar instalar um roupeiro todo branco ou bicolor, com portas opacas, transparentes ou espelhadas. Que tenha um estilo mais urbano, clean, de linhas retas; ou retrô, de bordas redondas ou recortadas. E com luzes embutidas, nichos e mais.

Crédito da foto: Marel – Grupo Factory/Viva Decora
Crédito da foto: Juliana Muchon/Viva Decora

Depois de receber todas estas dicas, é hora de definir qual o modelo de guarda-roupa realmente combina com você? Do que gosta? Do que precisa? 

Pesquise o que há disponível no mercado e vá às compras! Deixe o seu quarto do jeitinho que sempre sonhou com o armário certo!

Essas dicas para escolher o melhor modelo de guarda roupa para sua casa foram criadas pela equipe Viva Decora.

Deixe seu comentário

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar