Quem tem fome tem pressa?

por Franciele Santana

A mastigação muitas vezes é subestimada, no entanto, ela possui importante papel no sucesso da nossa alimentação.

A importância da uma boa mastigação na nossa alimentação
Imagem ilustrativa

Além de permitir que os alimentos sejam melhor saboreados, o hábito de mastigar bem os alimentos contribui para a sensação de saciedade, pois quando se come de forma muito rápida, o alimento chega mais rapidamente ao estômago e prejudica a comunicação com o cérebro sobre o centro da saciedade; dessa forma, é comum que se coma além do necessário. 

O ideal é que uma refeição dure entre 20 e 25 minutos, que é o tempo necessário para haver a comunicação entre o aparelho digestivo e o centro de regulação da fome, no hipotálamo, sinalizando que o organismo já está satisfeito.

+ O natural nem sempre é sinônimo de inofensivo

Uma boa mastigação quando se torna um hábito confere muitos benefícios para a nossa saúde; por isso é interessante lançar mão de algumas dicas básicas para facilitar a adesão a essa prática:

  • Separar um tempo e local adequados para realizar as refeições;
  • Prestar atenção no sabor do alimento e saborear cada pedaço ou garfada, diferenciando gostos, texturas e aromas;
  •  Iniciar a refeição com alimentos frescos, crus e de consistência rija (legumes crus, verduras, cereais integrais, etc.), pois eles demandam maior mastigação;
  •  Evitar inserir mais de um alimento de consistência macia na mesma refeição (purês, suflês, pudins, massas, flans, etc.)
  • Repousar os talheres a cada garfada, pois isso ajuda a diminuir a velocidade da mastigação;
  • Evitar situações estressantes, ou qualquer distração que possa atrapalhar o processo da mastigação lenta;
  • Separar no mínimo 20 minutos para fazer as refeições tranquilamente.

O simples ato de mastigar mais devagar os alimentos pode proporcionar tantos benefícios para o nosso corpo que vale muito a pena parar uns instantes para se concentrar unicamente no momento da refeição. Um organismo bem nutrido pode ser conquistado de maneira fácil, desde que se coloque a alimentação como uma prioridade.

ARTIGOS RELACIONADOS