Nutrição e AlimentaçãoSaúde

Abril Azul: Um mês convite ao conhecimento sobre o Autismo

A Organização das Nações Unidas (ONU), no ano de 2008 decretou o dia 2 de abril como o dia Mundial da Conscientização do Autismo; dessa forma surgiu a Campanha Abril Azul, de modo a chamar a atenção e ampliar o conhecimento acerca dessa patologia, a qual se manifesta mais comumente no sexo masculino (por isso a cor azul foi escolhida para representar a campanha).

O autismo é um transtorno do desenvolvimento caracterizado pelo atraso no desenvolvimento das habilidades sociais, comunicativas e cognitivas.

O diagnóstico é feito exclusivamente pela observação comportamental da criança além de entrevista com os pais ou responsáveis. Os sintomas geralmente se manifestam antes dos 36 meses de vida, como por exemplo, pela demonstração de maior interesse por objetos que pessoas, ausência de contato visual, etc.

  Minas Gerais registra 125 mortes por dengue em 2019; números crescem

Na literatura tem sido descrita uma relação direta do autismo com a nutrição, visto que em seu comportamento alimentar o indivíduo autista pode apresentar seletividade na escolha dos alimentos, recusa, bem como indisciplina durante a realização das refeições.

O autismo é uma condição que exige o máximo de conhecimento por parte daqueles que convivem com os portadores deste transtorno, a fim de que se saiba lidar com as peculiaridades e necessidades do indivíduo, sobretudo durante a fase inicial da infância, possibilitando melhorias na qualidade de vida e minimizando os prejuízos quanto ao crescimento e desenvolvimento.

Durante o mês de abril abordaremos o tema Autismo, a fim de que se possa fazer saber um pouco mais sobre essa doença e esclarecer sobre os principais aspectos relacionados à nutrição e hábitos alimentares.

  Conhecimento popular nem sempre é sabedoria

Leia também:

Fechar