Copa LibertadoresCruzeiroEsporteFutebol

Classificado! Cruzeiro goleia Huracán e se garante nas oitavas da Libertadores

Time mineiro faz quatro a zero, com hat-trick do atacante Fred e golaço do lateral Dodô

Mágico! Assim está sendo o início de temporada do Cruzeiro. A equipe celeste fez mais uma vítima ao golear o Huracán-ARG, nessa quarta-feira (10), e de quebra se classificar antecipadamente para as oitavas de final da Copa Libertadores da América. Os principais destaques da partida foram o atacante Fred, que fez três gols e o lateral Dodô, que marcou um golaço, seu primeiro com a camisa celeste.

O Cruzeiro precisava de uma vitória para se garantir na próxima fase da competição e, diante de sua torcida, não tomou conhecimento do Huracán, goleando o adversário argentino por 4 a 0. Com o triunfo, o time celeste chegou aos 12 pontos na competição e se garantiu entre os dois melhores colocados do grupo B, ainda com duas partidas a disputar.

O jogo

O Cruzeiro entrou em campo numa situação confortável em seu grupo. Líder e com 100% de aproveitamento, precisando de apenas uma vitória para se classificar matematicamente para a próxima fase. O técnico Mano Menezes mandou a campo o time considerado titular, mas com alterações nas duas laterais. Edilson e Egídio foram poupados e substituídos por Orejuela e Dodô. Os substitutos aproveitaram a chance e fizeram grande partida, tendo o segundo ainda marcado um golaço.

Jogando para vencer e empurrado por uma torcida pulsante, o Cruzeiro resolveu o jogo ainda no primeiro tempo. Aos 34 minutos da primeira etapa, o placar já marcava 3 a 0 para os donos da casa.

Há de se destacar as grandes atuações de Fred, que marcou três vezes e Dodô, que deu uma assistência e anotou um golaço, seu primeiro pelo clube. Mas também não dá para se esquecer do ponta Marquinhos Gabriel que deu duas assistências e do goleiro Fábio, que operou dois milagres no jogo.

Primeiro Tempo

O Cruzeiro começou a partida indo para cima, principalmente com Marquinhos Gabriel. O camisa 20 iniciou o jogo cheio de gás e infernizou a defesa argentina com dribles e muita velocidade.

O primeiro gol da partida saiu logo aos 19 minutos da etapa inicial. Marquinhos Gabriel avançou pela esquerda, driblou seu marcador e cruzou com perfeição, mesmo sendo de direita que é sua perna ruim, para Fred subir e com um belo cabeceio encobrir o goleiro Antony Silva.

Logo depois, aos 21, o Huracán teve suas melhores chances no jogo. Primeiro num chute cara e cara de Gamba, que Fábio defendeu de forma espetacular. No rebote, Barrios chutou à queima roupa, da entrada da pequena área, a bola ainda desviou no braço do zagueiro Dedé e foi em direção ao gol, mas o camisa 1 celeste fez valer mais uma vez o status de melhor goleiro do Brasil e salvou incrivelmente. Os argentinos reclamaram muito no lance, pelo toque no braço do camisa 26 celeste.

Seguro como sempre, o Cruzeiro não deu chances para o Huracán tentar ensaiar uma pressão e logo ampliou o placar. Aos 23 o meia Robinho deu lindo lançamento para Marquinhos Gabriel, nas costas da defesa argentina. O inspirado camisa 20 alcançou a bola e com um toque deixou Fred na boa, com o gol vazio, para fazer o segundo do time celeste na partida.

E cabia mais. Aos 32 o volante Lucas Romero achou Dodô na esquerda, o lateral dominou e cruzou com perfeição para Fred subir e cabecear forte para fazer o terceiro do Cruzeiro na partida. O segundo hat-trick (quando o mesmo jogador faz três gols em um mesmo jogo) do camisa 9 celeste em quatro jogos.

Jogando bonito e com facilidade, o Cruzeiro passou a administrar o resultado, chegando esporadicamente com perigo ao gol argentino. O Huracán, por sua vez, já estava entregue e não levava riscos à até então invicta defesa celeste.

Segundo tempo

No segundo tempo, o jogo esfriou e o Cruzeiro passou a se poupar para o clássico domingo. Mano Menezes, diferente do de costume, mexeu cedo na equipe, não demorando a fazer as três alterações, claramente visando poupar seus atletas.

Mas ainda cabia mais. Aos 38 minutos, sob gritos de “Olé” vindos da torcida celeste, Dodô recebeu a bola, driblou seu adversário e de direita, sua perna ruim, bateu colocado, no ângulo e fez um golaço. O goleiro Antony Silva chegou a desviar na bola, mas não adiantou. 4 a 0 e festa da torcida celeste nas arquibancadas.

Próximo jogo

O Cruzeiro agora volta suas atenções para o Campeonato Mineiro. O time volta a campo no domingo (14), às 16h, contra seu arquirrival Atlético-MG, no Mineirão. O jogo é válido pela partida de ida da final do estadual. O Cruzeiro sabe que precisa do resultado, pois o time alvinegro tem a vantagem do empate ou de dois resultados pela mesma diferença de gols por ter terminado a fase classificatória à frente do clube celeste.

CRUZEIRO 4 X 0 HURACÁN-ARG

Motivo: 4ª rodada do Grupo B da Copa Libertadores

Data: 10/04/2019 (quarta-feira)

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte-MG

Árbitro: Julio Bascuñán-CHI (Fifa)

Público: 26.077 pagantes / 31.694 presentes

Renda: R$ 873.106,00

Gols: Fred, aos 19 min., aos 23 min. e aos 32 min. do 1º tempo; Dodô, aos 38 min. do 2º tempo

Cruzeiro: Fábio; Orejuela, Léo, Dedé e Dodô; Henrique, Lucas Romero (Ariel Cabral), Robinho (Rafinha), Marquinhos Gabriel e Rodriguinho; Fred (Raniel)

Técnico: Mano Menezes

Huracán: Antony Silva; Chimino, Salcedo, Alderete e Carlos Araujo; Damonte, Rossi, Walter Pérez (Roa) e Auzqui (Toranzo); Lucas Barrios e Gamba (Chávez)

Técnico: Antonio Mohamed

Cartões amarelos: Dedé e Lucas Romero (Cruzeiro); Walter Pérez, Alderete e Auzqui (Huracán)

Fechar