UFMG começa a testar vacina chinesa contra a Covid-19 nesta sexta-feira

Começa a ser testada, nesta sexta-feira (31), a vacina desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac Biotech, contra o coronavírus, pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). A Universidade é um dos 12 centros que participam da iniciativa. A informação é do Instituto Butantan.

Considerada como uma das vacinas mais promissoras do mundo, os testes vão começar em todo o país ainda neste mês. Além de Minas Gerais, São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Paraná também estão na lista para testagem.

Ao todo serão 9 mil voluntários. Assim, na UFMG serão testados cerca de 852 pessoas, sendo todos profissionais da saúde. A previsão é de que todos sejam testados até outubro ou novembro.

A terceira fase de testes da vacina contra o coronavírus foi aprovada pela Anvisa, no início do mês de julho, fazendo com que, as testagens já possam ser iniciadas.

“Caso a vacina seja aprovada, a Sinovac e o Butantan vão firmar acordo de transferência de tecnologia para produção em escala e fornecimento gratuito ao SUS. Os passos seguintes serão o registro do imunizante pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e distribuição em todo o Brasil”, explica o Butantan em nota.

Leia também: Coronavírus: Itabirito tem 1029 confirmações; Mariana registra 880 e Ouro Preto 294 casos, em 28 de julho