O que você procura?


Congonhas suspende vacinação contra Covid-19, por falta de Pfizer

A Secretaria de Saúde de Congonhas esclareceu que a suspensão de um dia pela indisponibilidade de vacina se deu por conta de alterações no cronograma de entrega das vacinas da Secretaria Estadual de Saúde.

Rômulo Soares 14 de outubro de 2021 às 13:06
Tempo de leitura
3 min
Foto: Biblioteca de Imagens do Canva
Foto: Biblioteca de Imagens do Canva

A Secretaria de Saúde de Congonhas informou que, por não ter doses da vacina Pfizer disponíveis, a aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19 em adolescentes de 12 a 17 anos está suspensa nesta quinta-feira, 14 de outubro.

Também estão suspensas a aplicação da dose de reforço para profissionais de saúde e da segunda dose para a população geral que precise tomar o imunizante. Ainda de acordo com a secretaria, um novo lote de imunizantes deve chegar na tarde desta quinta-feira e a imunização retorna normalmente nesta sexta-feira, 15 de outubro.

A Secretaria de Saúde de Congonhas esclareceu que a suspensão de um dia pela indisponibilidade de vacina se deu por conta de alterações no cronograma de entrega das vacinas da Secretaria Estadual de Saúde.

LEIA TAMBÉM:  Prefeitura de Itabirito define retorno das aulas 100% presenciais a partir da próxima semana

Reagendamento da vacinação

Os adolescentes de 12, 13 e 14 anos, que tiverem feito o agendamento da imunização para esta quinta deverão entrar em contato com a UBS mais próxima e reagendar a aplicação da sua vacina. O mesmo vale para adultos que tenham anotado na carteira de vacinação a data da segunda dose da Pfizer para hoje.

Terceira dose dos profissionais de Saúde

Quanto aos trabalhadores da Saúde do município, a aplicação da terceira dose da vacina está prevista para acontecer até sexta-feira, 15 de outubro, de 8h às 15h, na Entrada Administrativa.

No dia 26 de outubro, o setor de Imunização fará repescagem para estes trabalhadores que tenham tomado a segunda dose da vacina contra a Covid-19 há seis meses.

LEIA TAMBÉM:  Alunos da escola de Monsenhor Horta testam positivo para Covid-19, em Mariana

Os profissionais devem levar comprovante de vínculo empregatício ou da profissão como trabalhador de saúde, cartão de vacina e documento de identidade com foto. Esta imunização é destinada apenas para quem tomou as duas doses do imunizante, tendo seis meses que recebeu a segunda dose.

Contato das UBSs

• Alto Maranhão – 3733-2158
• Alvorada – 3731-1746
• Basílica – 3731-7960
• Campinho – 3732-2257
• Centro I – 3732-1376
• Centro II – 3731-5750
• Cinquentenário – 3731-2371
• Dom Oscar I e II – 3732-1946
• Ideal – 3731-4365
• Jardim Profeta I e II – 3732-1945
• Jardim Vila Andreza – 3731-4365
• Joaquim Murtinho – 3733-1483
• Lamartine – 3731-9310
• Lobo Leite – 3733-3160
• Pires – 3733-5074
• Primavera – 3731-5235
• Residencial – 3731-2036
• Santa Mônica – 3731-6577
• Santa Quitéria – 3733-4041
• Vila Cardoso – 3733-6030
• Vila São Vicente – 3731-2860
• Central de Imunização de Congonhas – 3732-1070 / 3731-6688 (RAMAL 1740)
• Coordenação de PSF – 3731- 3651

LEIA TAMBÉM:  Estudo do coquetel de anticorpos da AstraZeneca mostra sucesso no tratamento de COVID-19