O que você procura?


Ipatinga registra 1º caso de suspeita de coronavírus

Rodolpho Bohrer 2 de março de 2020 às 20:12
Tempo de leitura
3 min

Apesar da coletiva de imprensa realizada pela Prefeitura de Ipatinga na última sexta-feira (27) negando que havia qualquer caso de contágio em nível local, nesta segunda-feira a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais – SESMG, por meio do informe epidemiológico do coronavírus, informou que há um caso suspeito em investigação na cidade do Vale do Aço mineiro.

[pdf-embedder url=”https://maisminas.org/wp-content/uploads/2020/03/02-03-BoletimCoronavirus.pdf”]

Ainda na coletiva de imprensa, a Prefeitura destacou que tem agido preventivamente em relação ao coronavírus com a preparação de toda a rede municipal desde o início do mês de fevereiro, antes mesmo de ser confirmado qualquer caso de contaminação no país, e que foram definidos todos os procedimentos para eventuais registros e formas organizadas de atendimento, num encontro de profissionais da área de saúde aberto inclusive a municípios vizinhos.

LEIA TAMBÉM:  Congonhas suspende vacinação contra Covid-19, por falta de Pfizer

O poder público municipal de Ipatinga reforçou a mensagem de que não há razão para pânico, embora o Vale do Aço seja potencialmente uma área de risco, tendo em vista o relacionamento habitual com asiáticos envolvidos com atividades industriais e muitas vezes em trânsito pelos continentes.

Além de Ipatinga, novas cidades mineiras surgiram no novo informe epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde com casos de contágio de coronavírus em investigação, são os casos de Betim, com um caso suspeito, Divinópolis, com três casos, Lavras, com um caso, Mutum, com um caso, Sete Lagoas, com 1 caso, e Varginha, com quatro casos em investigação.

Cidades como Belo Horizonte, Barbacena, Contagem, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberaba, Uberlândia e Viçosa já haviam apresentado casos de suspeita da doença, segundo o informe epidemiológico anterior da SESMG.

LEIA TAMBÉM:  Conselheiro Lafaiete zera internações em UTI por Covid-19

Em três dias, o número de casos suspeitos de coronavírus saltou de 17 para 48, mostrando uma crescente nos casos em investigação no período que sucede o carnaval.

No Brasil são 433 casos que estão sendo investigados. Até o momento, duas pessoas foram diagnosticadas com a doença e 162 casos suspeitos já foram descartados.

Os critérios para a definição do caso suspeito do coronavírus são de febre e mais um sintoma gripal, como tosse ou falta de ar e tiveram passagem pela Alemanha, Austrália, Emirados Árabes, Filipinas, França, Irã, Itália, Malásia, Japão, Singapura, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Tailândia, Vietnã e Camboja, além da China, nos últimos 14 dias.

Última atualização em 13 de setembro de 2021 às 16:33