Take a fresh look at your lifestyle.

Infância: Momento de Garantir a Saúde Para a Vida Adulta

Amanhã, dia 24 de agosto será comemorado o dia da infância, fase da vida que é crucial para o desenvolvimento e aquisição de hábitos que serão mantidos por toda a vida.

Os pais tem grande responsabilidade no processo de formação dos hábitos alimentares das crianças, e é função deles proporcionar que elas cresçam com referências saudáveis, pois o melhor estímulo para uma vida saudável é o exemplo.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), criança é a pessoa de até 10 anos de idade. O período da infância divide-se em três fases: lactente, pré-escolar e escolar, as quais apresentam necessidades nutricionais diferenciadas.

O primeiro alimento de uma criança determinará seu estado de saúde durante toda a vida
Foto: O Aleitamento Materno gera benefícios para mãe e filho

No que diz respeito à fase lactente (0 a 2 anos), é importante lembrar que até os 6 meses de idade recomenda-se apenas o aleitamento materno, sem oferecer água, chás ou quaisquer outros alimentos. A partir de então, a introdução de alimentos deve ocorrer lenta e gradualmente, mantendo o leite materno pelo menos até os dois anos de idade. Na fase de introdução alimentar deve-se evitar açúcar, café, enlatados, frituras, refrigerantes e guloseimas, e o sal dever ser usado com moderação.

Durante a fase pré-escolar (2 a 4 anos) o cardápio deve ser composto por cinco ou seis refeições diárias, em horários regulares. Salgadinhos e guloseimas não devem ser proibidos, pois a proibição pode estimular ainda mais o interesse da criança, mas o consumo deve ser controlado pelos pais, sendo a ingestão permitida em horários adequados e em quantidades suficientes para não inibir o apetite da próxima refeição.

Na alimentação de crianças na fase escolar (5 a 10 anos) deve-se prezar pelo consumo diário de variados tipos de frutas, verduras e legumes, e deve-se restringir a ingestão de gorduras, açúcares e sal. Deve-se ainda aliar a alimentação adequada à prática regular de atividade física.

A adoção de bons hábitos durante a infância proporciona uma boa nutrição que pode ser observada a partir de um peso adequado, boa imunidade, bom apetite, disposição para brincar, dormir; crescimento normal; funcionamento regular do intestino; cabelos e unhas saudáveis; dentes fortes e pele corada. Se a criança apresenta alteração em alguma dessas características é importante que se busque o auxilio de profissionais de saúde, médico e/ou nutricionista, de modo a avaliar se a criança apresenta alguma patologia ou carência nutricional. A infância é o momento de se preparar a base para a vida adulta, portanto é necessário que esta fase seja vivida nas melhores condições possíveis de modo a garantir um futuro saudável.

Close