O que você procura?

4 canais do YouTube que falam sobre carros e o mercado automotivo

Elis Bohrer 29 de novembro de 2021 às 17:16
Tempo de leitura
4 min
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

A criação e popularização das redes sociais em escala global alterou muito a forma de consumir e produzir conteúdos, no mundo físico e digital. O YouTube é uma dessas plataformas que reúnem milhões de pessoas em canais a partir de interesses comuns.

Tudo isso impactou o mundo do consumo diretamente. Hoje, antes de comprar um celular ou um automóvel, os consumidores buscam informações sobre diferentes modelos em canais do YouTube, avaliações de outras pessoas que já compraram aqueles produtos e de especialistas que podem dar dicas mais precisas.


Você está precisando trocar de carro ou comprar um novo? Confira alguns canais do YouTube que são especializados no mercado automotivo e nos melhores carros antes de fechar o negócio!

High Torque

Esse é considerado um dos canais sobre mecânica de automóveis com mais seguidores do Brasil (1,1 milhão). Ele é indicado para quem se considera apaixonado por carros e deseja obter informações mais detalhadas sobre os diferentes temas desse segmento. Esse canal traz assuntos tradicionais de um jeito inovador, com um toque de modernidade e descontração. O canal possui

milhares de vídeos publicados, sendo apresentado por Alexandre Dias Generoso, que consegue prender a audiência desde o início até o fim de cada vídeo.

Os temas mais comuns abordados no canal são como funciona a mecânica de diferentes veículos, como é o dia a dia e quais os detalhes importantes na hora de enviar um carro para o conserto. Essas informações são essenciais para decidir que modelo comprar e identificar os problemas mais comuns em diferentes veículos.

Auto Super

Quem gosta de conteúdos mais leves e descontraídos, mas com informações de qualidade, vai adorar o canal Auto Super, que possui 1,22 milhão de seguidores atualmente.

Ao acessar o canal, os internautas podem aproveitar as listas de vídeos, organizadas por diferentes assuntos. Com milhares de vídeos publicados, isso ajuda muito a facilitar a navegabilidade.

Os apresentadores dos vídeos apostam no bom humor para discutir informações técnicas que poderiam ser conversadas de forma mais maçante e séria, o que atrai públicos de todas as idades e perfis, além de incentivar os espectadores a interagir nos chats e comentários dos vídeos.

FullpowerTV

Esse canal é produzido por especialistas em veículos de diferentes tipos que sofreram modificações — desde os modelos de luxo até os mais populares.  Com mais de 852 mil seguidores, o canal organiza as suas playlists por modelo de veículos.

Ou seja: se você já tem alguns veículos de preferência que está pensando em comprar, basta acessar o canal e ver os vídeos com os temas importantes para você escolher qual deles vai para a sua garagem. Existem algumas playlists com alguns rankings de carros considerados os melhores.

Amigos por carros

Esse é outro canal bastante popular, com mais de 252 mil seguidores. Criado em 2013, esse canal é voltado para um público mais jovem, que está dando os seus primeiros passos no mundo automobilístico.

Os vídeos são apresentados por cinco amigos com preferências, gostos e jeitos completamente diferentes, o que acaba sendo um convite para os mais diversos perfis de pessoas acreditarem que entender de carros pode ser para elas também.

Este canal é especializado em discutir sobre o mercado de carros esportivos, de luxo e importados, mostrando as tendências e últimas novidades que chegaram nas automobilísticas. Com quase 19 milhões de visualizações em seus vídeos, os temas são bastante variados: vão desde compilações dos melhores carros com preços entre R$ 50 mil e R$ 100 mil até dicas sobre o que fazer nas funilarias.

A partir do canal, também é possível entrar em contato com temas mais técnicos, como injeção eletrônica, manutenção preventiva e revisão geral — o que é ótimo para você saber informações básicas antes de levar o possante para uma mecânica.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.