Dois homens morrem asfixiados em mina de pedras preciosas

PUBLICIDADE

Dois homens morreram enquanto trabalhavam numa mina de pedras preciosas, na noite de ontem (30), em Franciscópolis, município localizado no Vale do Mucuri. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, por volta de 18h45, Carlindo Lopes Ferreira, de 46 anos, e Robson de Morais Estarneck, de 41, foram asfixiados por monóxido de carbono (CO) produzido pelo motor de uma bomba de sucção.

A tragédia aconteceu no Córrego Santa Rosa, lavra próxima à Fazenda de Aristídes. O Corpo de Bombeiros informou que a Polícia Militar da cidade, que já se encontrava no local no momento da chega da guarnição, acionou a corporação ao se deparar com duas pessoas saindo dessa mina.

Uma dessas pessoas afirmou que havia entrado na mina para retirar dois amigos que lá estavam, Mas ao entrarem no local, não conseguiram realizar o resgate, pois sentiram um cheiro muito forte e voltaram atrás. Uma das pessoas, inclusive ,precisou de atendimento médico por ter inalado gás.

Os militares conseguiram entrar na mina utilizando equipamentos de proteção respiratória e chegaram ao primeiro corpo a aproximadamente 20 metros da saída da mina. Já o segundo foi encontrado em torno de 50 metros da saída da mina. Ambos foram retirados.

Segundo relatos de testemunhas, os dois entraram na mina para ligar um motor de sucção de água, que funcionava por combustão, a fim de drená-la, e não retornaram.

Monóxido de carbono

O monóxido de carbono é um gás produzido com base na queima incompleta de material combustível rico em carbono. Apesar de suas aplicações na indústria, é um gás asfixiante muito tóxico que, dependendo do tempo de exposição e da quantidade inalada, pode levar à morte.

Por ser um gás incolor, inodoro, inflamável, menos denso que o ar atmosférico, o Monóxido de Carbono é altamente perigoso, pois ele age sem que as vítimas se deem conta, fazendo com que aqueles que o inalam percam a consciência sem perceber.

Veja também: Dois trabalhadores foram soterrados em obra da Prefeitura de Santa Luzia, na Grande BH

Deixe seu comentário
Participe gratuitamente do nosso grupo de notícias no Telegram -> ENTRAR.
você pode gostar também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você continuar a navegar, vamos supor que você esteja bem com isso. Se você discorda, volta a navegar no site em outra oportunidade ACEITAR LER MAIS