Minas Consciente: Leste e Vale do Aço regridem na abertura de atividades

As macrorregiões de saúde Leste e Vale do Aço devem retroceder na abertura de atividades econômicas. Elas deixam a chamada onda verde, que permite o funcionamento de serviços não essenciais de maior risco, e voltam à onda amarela, mais restritiva. A macrorregião Nordeste faz o caminho contrário e pode avançar na reabertura.

As novas classificações de fase estão na Deliberação 100 do Comitê Extraordinário Covid-19, publicada no Diário do Executivo desta quinta-feira (5/11/20). Elas vigoram entre o dia 7 e o dia 14 de novembro.

O monitoramento semanal é parte do plano Minas Consciente, que busca orientar e apoiar os municípios na abertura gradual e segura das atividades durante a pandemia. Mas a decisão final cabe às prefeituras.

Nas demais regiões do Estado, a situação não se altera. Leste-Sul e Triângulo-Norte estão na fase amarela e todas as outras na onda verde. Nesse momento, nenhum região do Estado está na onda vermelha, a mais restritiva, que permite a abertura apenas de serviços essenciais.