Emagrecer ou perder peso: Qual a sua preferência?

É inegável que o emagrecimento é o desejo de grande parcela da população e assim a balança vem se transformando em um instrumento bastante utilizado, gerando, por vezes uma certa frustração quando não se observa mudança nos números mostrados por ela.

É importante que seja feita a diferenciação entre emagrecer e perder peso. O emagrecimento pode ocorrer devido à redução de gordura, por ganho de massa muscular, ou mesmo ambos. Já a perda de peso consiste na redução dos números na balança, o que pode ocorrer em decorrência da perda de massa magra (conjunto de músculos, órgãos vitais, ossos e líquidos corporais), ou até mesmo por disfunções intestinais, sendo que nenhum desses casos é um resultado interessante no ponto de vista da saúde.

+ O que você pensa sobre a utilização do forno micro-ondas?

Quando a perda de peso acontece associada à perda de massa magra ocorre uma redução no metabolismo, visto que a perda brusca de massa pode fazer com que o organismo sinta que está passando por escassez e reduza o gasto calórico; como consequência há aumento da dificuldade de emagrecer e manter o emagrecimento a longo prazo. A perda da massa magra é um processo natural do envelhecimento, mas pode acontecer também devido à alimentação inadequada e é isso que precisamos evitar. 

Mesmo quando se tem alimentação equilibrada e prática regular de atividade física, pode não ser notada uma diminuição do valor na balança, ou mesmo perceber um ligeiro aumento, o qual pode ter sido causado pelo aumento do peso dos músculos. Dessa forma, a utilização da balança não é o método mais preciso para avaliar a variação da composição corporal.

+ Feijão nosso de cada dia

A diferença entre o músculo e a gordura é o volume, sendo que a gordura ocupa um espaço muito maior do que o músculo.  Sendo assim, para saber se está acontecendo um emagrecimento ou somente uma perda de peso é importante avaliar a porcentagem de gordura corporal, procedimento este que deve ser feito por um nutricionista ou educador físico. 

Além da avaliação física, uma boa forma de se identificar se houve perda de massa magra ou de gordura é por meio da comparação de fotos de antes e depois, visto que estas são eficientes na análise de medidas, volume e tônus muscular, tornando, desse modo, uma alternativa interessante, pois proporciona incentivo para o seguimento da mudança de hábito, seja ela qual for, visto que muitas vezes os benefícios estéticos não são facilmente percebidos pela própria pessoa.

+ O duelo histórico entre gorduras

Sabe-se que o excesso de gordura corporal é prejudicial ao nosso organismo, porém o emagrecimento saudável precisa acontecer como consequência de alimentação adequada e prática regular de atividade física e isso demanda tempo. Embora as alternativas que prometem uma perda de peso rápida e considerável sejam tentadoras, é importante lembrar que estas não são recomendáveis, visto que focam apenas na perda de peso, sem considerar a manutenção da saúde e bem estar. É importante que respeitemos o tempo que o nosso corpo precisa para apresentar resultados, sabendo aceitar o processo sem desistir nem exigir respostas rápidas e exacerbadas.

Comentários