Rio de JaneiroSiderurgiaTragédia

Explosão na CSN deixa ao menos 30 funcionários feridos

Na manhã desta quarta-feira(15), moradores do município de Volta Redonda, no Rio de Janeiro, ouviram uma explosão vinda do complexo industrial da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional). O barulho foi ouvido por volta das 08h40. Logo após a explosão, pôde-se observar uma cortina de fumaça no céu do município.

A explosão deixou ao menos 30 pessoas feridas, sendo que nove receberam atendimento no local pela equipe médica da CSN, e os outros vinte e um foram encaminhados ao Hospital das Clínicas, após passarem por um período de obervação.

De acordo com uma porta voz do sindicato de metalúrgicos da cidade, cerca de 30 pessoas foram intoxicadas no incidente, e que, felizmente, nenhum dos envolvidos está em estado grave.

Em nota publicada ainda na manhã de hoje, a CSN informou que houve uma reação que provocou um deslocamento de ar durante a retirada de escória da panela de aciaria, e os funcionários que estavam no local inalaram pó. A inalação levou ao quadro de intoxicação de parte desses funcionários.

“A CSN informa que o incidente registrado hoje ocorreu durante atividade de transferência de escória líquida que, provavelmente, teve contato com pontos de umidade no interior do pote de descarte. Este contato gerou deslocamento de ar, proporcionando grande desprendimento de poeiras no setor”, informou, através da assessoria de comunicação.

A Companhia Siderúrgica Nacional também disse que “nenhum equipamento relevante foi afetado e a produção da aciaria já está normalizada”. Informou ainda que todos os órgãos competentes foram informados, e que a empresa está investigando as causas do acidente.

Fechar