BebêJuiz de Fora

Fhemig abre coleta e doação de leite materno em Minas Gerais

45% das crianças que nasceram prematuras ou abaixo do peso ideal, não receberam a doação

A Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), está realizando a coleta e a doação de leite materno no estado. A campanha é destinada para todas as mulheres que tenham dificuldade de amamentar ou excesso de leite.

No Brasil entre 2008 e 2018 cerca de 1,8 milhões de mulheres doaram leite para os bancos de coleta. Dessa forma, houve cerca de 2 milhões de litros de leite humano, que alimentaram 2 milhões de recém-nascidos. Entretanto, o número ainda não foi suficiente para suprir a falta de leite-materno nos bancos de coleta.

De acordo com a Cláudia Puerari, Coordenadora Geral de Aleitamento Materno do Ministério da Saúde, 45% das crianças que nasceram prematuras ou abaixo do peso ideal, não receberam a doação. Estes são os casos em que a doação é mais necessária, pois o leite humano ajuda no desenvolvimento do recém-nascido.

Em Minas, além dos serviços de doação e coleta, a Fhemig oferece também, orientações gratuitas sobre a importância da amamentação. A fundação também orienta sobre os cuidados com a mama.

Já para as instituições que tem interesse em implantar um banco de leite, a Fhemig oferece treinamento e suporte técnico.

Fhemig abre coleta e doação de leite materno, em Minas Gerais
Crédito da Foto: ACS/Fhemig

Onde e como doar ou receber?

As doações e a entrega do leite materno em Minas Gerais acontecem pelo Banco de Leite da Maternidade Odete Valadares (BLH/MOV) em BH. Já em Juiz de Fora, o serviço é oferecido pelo Hospital Regional Dr. João Penido.

Os documentos necessários são: Carteira de Identidade; Carteira de Motorista ou Carteira de Trabalho

Para doar, as mães com excesso de leite podem se dirigir ao local de coleta, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Para receber a doação do leite materno, serão distribuídas 3 senhas a cada hora e a última distribuição será as 16h.

Doação em domicílio

A Fhemig oferece o serviço de doação em domicílio. Dessa forma, a equipe coletora comparece na residência da doadora para fazer a coleta. Entretanto, para que isso aconteça, é necessário que a doadora entre em contato com a unidade de coleta. As mães que doarem receberão certificados da MOV.

O BLH/MOV tem atendimentos on-line para responder dúvidas e atender sugestões sobre aleitamento materno. Para acessar o site clique aqui.

Veja também: Senado aprova penalização para quem impedir amamentação em local público

Deixe seu comentário

Etiquetas
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar