DestaqueNotíciasPolítica

Governo Federal anuncia extensão do prazo de validade da CNH; simulados também serão extintos das autoescolas

No último sábado (9), o  presidente Jair Bolsonaro usou suas redes sociais para anunciar que o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, estuda a ampliação do prazo de validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A nota publicada em seu perfil no Twitter,  por meio do qual o presidente constantemente faz anúncios,  também destaca o fim das aulas com simuladores, que são obrigatórias desde janeiro de 2017.  O texto publicado por Bolsonaro ainda afirma que medidas que afetam os caminhoneiros serão extintas ou revisadas, assim como revisões relativas ao emplacamento dos veículos.

Ainda segundo o texto publicado pelo Presidente da República,  “o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) emite cerca de 100 resoluções/ano atrapalhando a vida de quem transporta no Brasil”.

Leia a nota publicada por Jair Bolsonaro em seu perfil no Twitter:

Logo depois de ser eleito, Jair Bolsonaro afirmou que iria aumentar de cinco para dez anos o prazo de validade da Carteira Nacional de Habilitação.

“Parabenizo o governo do RJ por extinguir a vistoria anual de veículos. Outrossim, informo que faremos gestões no sentido de passar para 10 anos a validade da carteira nacional de habilitação (hoje, seu prazo é de 5 anos)”, dizia o texto publicado pelo presidente Bolsonaro em dezembro de 2018.

Confira:

As  carteiras nacionais de habilitação  passarão  por um processo de substituição no ano de 2022, quando um novo documento, com chip, será adotado.

Antes da posse de Jair Bolsonaro, o Contran e o Departamento Nacional do Trânsito (Denatran) eram vinculado ao Ministério das Cidades.  Logo depois de assumir, o presidente extinguiu o ministério e os assuntos relativos à sua pasta foram assumidos pelo Ministério do Desenvolvimento Regional. No entanto, os dois órgãos migraram para a pasta da Infraestrutura, onde seguem até hoje.

Mostrar mais
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios