Take a fresh look at your lifestyle.

Hepatite Viral : Um inconveniente facilmente evitável

0

A hepatite pode ser causada por diversos agentes, dentre eles os vírus, drogas e álcool; no presente artigo falaremos sobre o tipo de hepatite mais frequente: a hepatite viral.

As hepatites virais mais comuns são as denominadas Hepatite A, Hepatite B e Hepatite C.

O vírus HAV, que é o causador da hepatite A é transmitido por meio da ingestão de alimentos e água contaminados com fezes infectadas pelo vírus. Como forma de prevenção, além de condições adequadas de higiene e saneamento básico, existe a vacina contra Hepatite A, que é obtida a partir do vírus inativo e não possui quaisquer contraindicações, sendo disponibilizada pelo SUS para crianças de até 5 anos de idade.

O vírus HBV, causador da hepatite B é transmitido pelo contato com sangue contaminado, por meio do contato sexual desprotegido ou de mãe para filho, durante gestação e / ou parto. A prevenção da hepatite B se dá por meio do não compartilhamento de objetos de uso pessoal (seringas, lâminas e alicates, por exemplo), utilização de preservativos nas relações sexuais além de, principalmente, a imunização por meio da vacina contra hepatite B , a qual está disponível no SUS para pessoas de todas as idades, sendo necessária a aplicação de três doses com intervalo de 30 dias entre a primeira e a segunda dose e de seis meses entre a segunda e a terceira dose.

Já o vírus HCV, agente que provoca a hepatite C, é transmitido principalmente através do contato com sangue contaminado. Fazem parte da população de maior risco de adquirir e transmitir o vírus os usuários de drogas injetáveis e inalatórias, e aqueles que receberam transfusão de sangue ou foram sujeitos a intervenções cirúrgicas antes do ano de 1993.

O tratamento da hepatite viral, em suma, visa a inativação do vírus e diminuição do risco de evolução para doenças hepáticas mais graves, como cirrose e câncer; sendo necessário que se evite sobrecarregar o fígado do portador da doença, e que se mantenha bons hábitos de alimentação e não se descuide da hidratação.

É essencial que se mantenha em dia o cartão de vacinação, visto que o número de  casos de Hepatite A e B vem diminuindo com o passar dos anos, devido a disponibilização das vacinas, porém ainda não desenvolveu-se uma vacina eficaz contra o vírus da hepatite C, dessa forma o melhor método para evitar a doença é por meio da prevenção, evitando o contato com materiais que podem conter sangue contaminado pelo vírus, por exemplo materiais de manicure/pedicure, instrumentos para tatuagem e colocação de piercings, etc.; por isso recomenda-se a utilização de materiais descartáveis ou a correta esterilização do matérias utilizados em estabelecimentos onde se realizam procedimentos estéticos e/ou odontológicos.

A prevenção é sempre a melhor alternativa, independente da existência de tratamento e possibilidade de cura de uma doença, pois evita o aumento de gastos financeiros e o estresse desnecessário ao organismo, conforme bem diz a sabedoria popular: “É melhor prevenir do que remediar”.

Leia também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Facebook
error: Conteúdo Protegido!