The news is by your side.

Na luta pelo Troféu Inconfidência, Bryan elogia a torcida do Itabirito e sonha em marcar o nome na história do Gato

No primeiro ano na elite do futebol mineiro, o Gato do Mato conseguiu conquistar um dos seus principais objetivos da sua recente e já vitoriosa história. Com a vaga para a Série D de 2025 garantida, o time comandado por Marcelo Caranhato tem a primeira missão no Troféu Inconfidência neste final de semana, onde enfrenta o Pouso Alegre, no estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima.

Com a melhor média de público do interior, torcida do Itabirito promete bom público em Nova Lima. Foto: Giovanni Mendes / Itabirito

Bryan Garcia é um dos líderes da equipe nesse campeonato, e foi um dos destaques da defesa sólida do Itabirito durante a primeira fase do campeonato. O Portal Mais Minas conversou com o atleta, que falou sobre o bom momento da equipe, os desafios enfrentados nesse primeiro ano na elite, e os objetivos na disputa do Troféu Inconfidência.

A Chegada de Bryan ao Itabirito

O Itabirito realizou parte da pré-temporada no CT João Havelange, em Pinheiral, no interior do estado do Rio de Janeiro. Bryan, que já havia passado pelo Centro de Treinamento com o Cruzeiro, em 2017, ressaltou o bom planejamento do CEO do clube, Maycon Pereira.

São pouquíssimos clubes que tem essa estrutura. Já largamos na frente aí. Então tá todo mundo de parabéns, diretoria, comissão, pelo ótimo planejamento!

Bryan Garcia

A chegada ao Gato do Mato aconteceu, de forma inesperada, Bryan, que atuava no Cazaquistão há 3 anos, retornou ao Brasil para tratar uma lesão que teve ao fim do contrato com o FK Aksu. No seu planejamento de carreira, o lateral entendia que era o momento de retornar ao futebol brasileiro.

Em conversa com Maktom, atleta que atuou com o lateral no América e já havia se acertado com o Gato, o volante indicou o ótimo projeto do clube e as ambições para a temporada.

Maycon Pereira apresentou o projeto ao jogador, que logo se encantou com as pretensões do clube e a estrutura oferecida aos atletas. Além disso, pesou a vontade do atleta em estar próximo da família, atuando e treinando em Belo Horizonte, onde reside.

No início, Bryan confirmou que ficou um pouco receoso, já que se tratava de um elenco muito jovem, e ele era um dos mais experientes do elenco naquele momento:

É um elenco com muitos jogadores jovens, só depois chegou o Claudinei, que eu havia jogado junto no América (…). No início fiquei meio sem graça, em alguns momentos, ficava até sem assunto na concentração.

Mas isso foi bom! Depois de 4 anos atuando fora do Brasil (atuou por um ano na Armênia e três no Cazaquistão), poder voltar à um clube como o Itabirito, com a estrutura que tem, com os jogadores que tem, foi a conexão perfeita para o meu retorno.

Bryan Garcia
Bryan é uma das principais lideranças do Gato. Foto: Giovanni/Mendes

Campanha no Estadual

Recém promovido à elite do Campeonato Mineiro, o Itabirito tinha como principal objetivo a vaga em uma competição nacional em 2025. Com um elenco sólido e com boas peças em todos os setores do campo, a expectativa foi aumentando no decorrer da competição para alcançar também, um lugar entre os quatro melhores do campeonato.

Diante da Patrocinense, o Gato começou perdendo por 2×0 e reagiu, de forma histórica, para buscar o empate. Gols de Erick Salles e Bryan, no último lance da partida.

No Grupo A, ao lado de Cruzeiro, Tombense e Ipatinga, Bryan já sabia do tamanho da dificuldade, considerando a qualidade dos times de Nicolás Larcamón e Raul Cabral, que fizeram ótima campanha na primeira fase.

Apesar da vaga garantida na Série D e na semifinal do Troféu Inconfidência, o lateral falou que a equipe merecia algo a mais na competição.

Pela estrutura, pelo elenco que foi formado, a gente sabe que poderia ter conquistado mais e fica um sentimento de frustração porque, em muitos jogos a gente não conseguiu transmitir em gols.

Muita gente falava: ‘Nossa, mas o Itabirito é um time muito bom, muito arrumado, bem treinado…’ mas a gente acabou que, em alguns momentos, não conseguia transmitir esse bom desempenho em gols. No futebol, o melhor é sempre quem faz mais gols.

A gente conquistou a vaga para a Série D. Mas a gente segue em um dos nossos objetivos, que, agora, é conquistar o Troféu Inconfidência

Bryan Garcia

Expectativas para o primeiro jogo da semifinal

No próximo domingo (10), o Itabirito recebe o Pouso Alegre no estádio Castor Cifuentes em busca de largar em vantagem na semifinal. Dois resultados iguais dão a classificação para a equipe do sul de minas e por esse motivo, uma vitória em casa seria fundamental antes do jogo de volta, no Estádio Manduzão.

Equipe do Gato treinou no local da partida nesta sexta (8)

Para dar sequência ao projeto do CEO Maycon, Bryan reforça o seu desejo em colocar o nome da história do clube, levantando o primeiro troféu do Itabirito na elite do futebol mineiro e garantir vaga na próxima edição da Copa do Brasil.

Na primeira fase do campeonato, as duas equipes se enfrentaram no Manduzão, com vitória do Pouso Alegre por 2×0. Conhecendo os pontos fortes e fracos da equipe, o time comandado por Marcelo Caranhato segue firme na busca da vitória dentro de seus domínios:

Aquilo lá foi um jogo atípico. Tomamos um gol aos quatro minutos, mas mantivemos o controle da partida durante todo o jogo, criando chances mas sem conseguir converter. No final, eles tiveram um pênalti e saíram com a vitória.

Agora é diferente. São dois jogos e a gente tem estudado o time deles e trabalhou muito durante a semana para que no domingo (10), a gente consiga uma boa vitória para chegar em Pouso Alegre e garantir a vaga para a decisão! É o momento de ter tranquilidade.

Bryan Garcia
Pouso Alegre x Itabirito se enfrentaram pela quarta rodada do campeonato.

A partida acontece no Domingo (10), às 11h da manhã, com transmissão da NSports. O pós jogo e toda a análise do primeiro confronto da decisão, você acompanha aqui, no Portal Mais Minas.